Pular para o conteúdo principal

FALA Varejista! PodCast.Sem52 - "Varejo FISITAL"


Com Apoio de Casa Primor, JAZAM Alimentos e Rações VittaMax, iniciamos mais uma Temporada do...


FALA Varejista!


“No Mundo Digital, o que você faz promove mudanças em você e em milhões. Planeje-se: promova mudanças positivas.”


O mundo está mudando em alta velocidade. As “Novas Tecnologias” borbulham a todo momento em todas as atividades; no Varejo não é diferente. Varejistas de sucesso buscam as melhores oportunidades neste Novo Mercado 4.0.

Nesse contexto, os Gestores têm enfrentado um dilema: investir no Varejo Digital ou no Varejo Físico?

Nesta transmissão apontamos os caminhos para identificar a melhor opção para sua Empresa.

Vantagens do Varejo Digital

Considerado o Canal com maior crescimento de vendas, o Varejo Digital acompanha a R-Evolução Comportamental do Cliente 4.0, ancorada no rápido desenvolvimento da tecnologia, que transforma as relações das lojas com seus consumidores. Desta forma, ter um e-commerce não é mais uma tendência tornou-se a realidade de muitos varejistas.

O varejo digital é dinâmico e personalizado, dois pontos atrativos e bem relevantes para que o cliente tenha a melhor experiência de compra possível. Só isso já pode fazer com que ele escolha o e-commerce em detrimento de uma loja física.

Caso ainda precise de outros motivos para entender o crescimento do varejo digital, veja, a seguir, 3 vantagens dessa modalidade:

1. Integração dos canais de venda

Todos os canais de venda podem ser convergidos com a tendência do varejo chamada omnicanal. Dessa forma, o consumidor praticamente não diferencia o universo virtual do físico em termos de compra, já que tudo estará integrado.

2. Aumento da segurança

Foi-se aquele tempo em que comprar pela internet era uma atitude duvidosa e insegura. O e-commerce de hoje em dia apresenta opções de segurança em elevado grau, tanto para os consumidores quanto para a loja.

3. Diminuição da Inadimplência

O pagamento no varejo digital é feito antes mesmo que o cliente receba o seu produto. Assim, o índice de inadimplência é baixo e a empresa não precisa lidar com as desvantagens do pagamento a prazo. Caso o cartão não seja a forma favorita do cliente, o pagamento por meio de boleto bancário ou transferência online também é uma opção possível.

Agora vejamos as vantagens do Varejo Físico...

Podemos dizer que deixamos o melhor para o final: o Varejo Físico não é uma tendência em constante expansão, mas a realidade de milhões de Pontos de Vendas que atendem a maioria dos hábitos de Consumo do país.

Além da importância das compras presenciais, elas, ainda, podem funcionar como complemento do Varejo Digital. Associado ao e-commerce, os negócios podem ser alavancados em conjunto caso a empresa saiba aplicar as estratégias corretas.

Observem, a seguir, 3 vantagens que fortalecem o Varejo Físico, ainda que estejamos na era da Transformação Digital.

1. A Disponibilidade do Produto

pode parecer um fator sem importância, mas para quem compra esse tipo de satisfação é fundamental. Além do tempo de entrega de um item comprado em uma loja online, existe a taxa correspondente ao valor do frete e os problemas que podem acontecer durante a remessa até a casa do Cliente.

2. O Atendimento Pessoal

Alguns consumidores prezam por essa relação de interação humana na hora da compra. O atendimento próximo e pessoal faz com que o cliente se sinta mais confortável na loja e mais seguro em relação à empresa.

3. Vender Mais para o mesmo Cliente

O importante para a empresa é conhecer muito bem seu segmento para que a sua atuação no mercado seja efetiva. Tenha em mente a necessidade de manter o foco DO cliente, para aprofundar o relacionamento e atender todas as suas necessidades e desejos com mais e melhores vendas.

A grande tendência hoje, é juntar todas essas vantagens em um único negócio; um negócio Fisital – Físico, Integrado e Digital. Este é o novo momento por que passa o Varejo, em rápida expansão e rápido desenvolvimento. O Varejo precisa atualizar-se com essas novidades e com essas tecnologias para atender a sua clientela com plenitude, garantindo a sua satisfação.

Na próxima transmissão falaremos sobre CRM – Gestão do Relacionamento com o Cliente no Varejo Fisital.

Muito obrigado e até lá... nos vemos no Portal SOU Varejista! www.souvarejista.com.br ou em algum ponto da BR – 101!!!


ESCUTE O PODCAST AQUI:

Comentários

Os Mais Lidos Da Semana!

Gerente de Aluguel - GPS 4.0

Para começo de conversa, isso não é "papo de Consultor", mas de quem tem 30 anos de vivência no "chão de Loja" , atuando em toda Cadeia de Suprimento e tem experiência e competência para dizer que SIM! Você está jogando dinheiro no lixo!!! Nos últimos 6 meses, avaliamos a Operação de mais de 200 Lojas e podemos afirmar, seguramente, que temos a Solução para os três principais problemas do Varejo: 1. Falta de Controle de Estoque; 2. Falta de Gestão Financeira; 3. Baixa Utilização da TI e da Cultura de Dados... Veja como... Com a alta competitividade do Mercado, as Empresas, de todos os tamanhos e segmentos , procuram qualificar suas Equipes para promover a criatividade e a inovação, com ideias “fora da caixa” , potencializar a Gestão e melhorar os Resultados.  Pensando, também na necessária redução de custos, algumas Empresas apostam em soluções inovadoras; entre elas a do “Gerente de Aluguel” , com o objetivo de dar uma "mãozinha" aos Empreendedores, Ges

Bodega High Tech

Longe se vai os dias de inauguração (1.916) da primeira loja de Auto-Serviço no mundo: a Piggly Wiggly. Mais "recentemente" (1.930) os dias do primeiro Supermercado: o King Kullen. Depois vieram os Hard Discount (Aldi), os Category Killers (Toys ‘U’ Us, Leroy Merlin), os Hipermercados (Carrefour), e finalmente os Warehouse Clubs (Sams Club, Costco). Paralelo a esta evolução no formato do varejo, vivenciamos a Evolução do Marketing 1.0: mercado centrado no Produto, onde prevalecia a máxima de Ford: “Um carro pode ter qualquer cor, desde que seja preto.” - passando pelo Marketing 2.0: voltado para o Consumidor – para o Marketing 3.0: voltado para os Valores, cujo objetivo é fazer do mundo um lugar melhor, considerando um mercado de seres humanos com coração, mente e espírito, com uma proposição de valor funcional, emocional e espiritual e, finalmente, pelo menos até o próximo Big Show, chegando, finalmente, ao Marketing 4.0, a era da Transformação Digital, onde tudo faz par

A Estratégia dos Quatro Fatores

Todo ano é a mesma "estória": o ano só começa depois do Carnaval. Para mim isso é "papo de jacaré"; conversa fiada de preguiçoso, indeciso, que não sabe ou não tem o que fazer. Assim, aceita-se o pressuposto de que depois das folias de Momo tudo será exequível. Pelo menos não se desistirá antes de tentar cada alternativa. O Sucesso virá mesmo com muitos riscos e metas “impossíveis”; haverá algumas inovações e muitos, muitos improvisos. Será mais um ano daqueles que quanto pior ficar, melhor será. Ou será o contrário? Toda essa conversa de dificuldades e crises serve para lembrar um lugar comum: a palavra “crise” é composta por dois ideogramas (letras) que significam perigo e oportunidade. Então, vamos ser criativos, tirar o “s” da crise, mergulhar no escuro e transformar nossa coragem, criatividade e determinação em estratégias inovadoras para vencer a crise... Crise, que crise? A "marolinha" de 2008, finalmente, transformou-se numa tsunami "inter