Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2020

O Sorriso do Coringa

Lá pela segunda metade dos anos 80, depois de um “papo cabeça” com um psicanalista, passei de “Yuppie Carrancudo” para “Grunge Sorridente”. Os colegas diriam que por culpa da crise dos trinta, eu, melhor dizendo, diria que "graças" à crise dos trinta. Aceitei o conselho do profissional recomendado para acompanhar algumas mudanças na vida pessoal e profissional. Na época o termo ainda não virara moda, mas passei por um processo de Coaching de Carreira. O conselho, segundo o profissional, deveria resolver metade dos meus problemas... WOW!!! Um conselho bastante tentador, impossível de não ser acatado, pelos resultados prometidos e também pela simplicidade: - Sorria. Metade dos seus problemas vão sumir... Sorria!!! À primeira vista o conselho era muito fácil de ser seguido, afinal quem não sabe sorrir, sorrir é algo natural, sorrir é o melhor remédio para tudo... Porque eu não havia pensado nisso antes? Precisei gastar uma grana preta para descobrir o óbvio? Ao inv

Holding On

Dica 045 - Holding não é problema: é solução! O jeitinho brasileiro tem transformado uma solução em problema. Estamos falando das Holdings que vêm despertando cada vez mais a atenção dos contribuintes, com as últimas notícias sobre tendências de taxação de grandes fortunas.  Utilizadas para concentrar participações societárias ou administrar bens, elas despertam interesse de grupos empresariais e famílias por razões diversas, dentre elas: 1- Proteção do patrimônio, segregando a vida social entre a holding e seus sócios (e suas empresas investidas); 2- Planejamento tributário, com interesse na economia tributária através da elisão fiscal; 3- Um melhor nível de estruturação do negócio e profissionalização dos Sócios com enfoque administrativo; e 4- Planejamento Sucessório adentrando ao contexto familiar, que pode inclusive extinguir o processo de inventário e partilha. Com estas características as holdings se transformaram na menina dos olhos dos contribuintes, entret

FALA Varejista! PodCast.Sem32 - "Orçamento Base Zero"

  FALA Varejista!  “O que você gasta, efetivamente, não é o seu dinheiro, mas o seu tempo de vida; faça valer a pena cada centavo; cada segundo.”  Já que estamos falando de “vida”, nesta transmissão, vamos inverter a lógica de dois processos na Gestão Financeira da Empresas: Custos por Investimentos e Orçamento de Custos por Orçamento Base Zero .  Cada centavo utilizado para garantir o pleno funcionamento de uma Empresa, deve ser considerado, não como custo, despesas, mas como investimento com origem, aplicação e resultados determinados; se um recurso, inclusive pessoas, não gera resultados, ele deve ser desconsiderado dos planos da Empresa... Com isso podemos ampliar os resultados e a qualidade de vida dos Empreendedores e seus Colaboradores.  Neste sentido, invertemos a lógica: deixamos de ter um Orçamento de Custos e passamos a utilizar o Orçamento Base Zero , isto é: cada dia é como se fosse o primeiro dia da Empresa e a principal função do Gestor é fazê-la funcionar com o menor

D.A.V.I.

“Para ter um negócio de sucesso, alguém, algum dia, teve que tomar uma atitude de coragem.” [Peter Drucker] D de Determinação, sua força interior para seguir em frente e alcançar os seus objetivos; A de Atitude, ações afirmativas, coerentes e convergentes, de autocrítica realista; V de Valentia, de Coragem para enfrentar todos os desafios e alcançar a vitória sobre seus medos e suas debilidades; I de Integridade, totalidade de suas crenças nos seus Valores e na sua Missão.          Conta a Bíblia que Davi, filho de Jessé, era apenas um pastor de ovelhas e enfrentou Golias – um poderoso guerreiro – armado com seu cajado, cinco pedras e uma funda, para defender o povo de Israel, em nome do seu Senhor. (Samuel 17:45 à 58). Davi era pura Atitude. Por isso venceu Golias. Por isso e porque manejava com excelência uma funda.          Davi e D.A.V.I. são os elementos essenciais no desenvolvimento do Diagrama do CHA. A inspiração e o processo pelo qual os vetores Cre

10 Perguntas Demolidoras

Ter uma Excelente ideia não basta. É preciso saber vender o seu peixe, a qualquer momento que seja preciso. Todo Empreendedor tem a obrigação de conhecer o seu Negócio nos mínimos detalhes. Isso é importante para Vender a ideia e para a gestão do negócio. Todo Empreendedor tem a obrigação de responder, e responder certo, estas 10 perguntas sobreo seu Negócio. A Young Entrepreneur Council fez uma lista com 10 questões que todos os investidores querem saber do dono de um negócio. Encarar um grupo de investidores é uma tarefa que exige muita preparação do empreendedor. Se ele quiser conquistar aquele aporte ou investimento para sua startup ou empresa, terá de responder com segurança a todas as dúvidas de seus inquisidores. Não são perguntas fáceis. Qualquer deslize na explicação do negócio ou desconhecimento de algum detalhe da operação pode custar o tão sonhado capital. Para ajudar os empresários nesse momento de tensão, os diretores do Young Entrepreneur Council, uma as

FALA Varejista! PodCast.Sem31 - "Fluxo de Caixa"

  FALA Varejista!  “Empresas não morrem por falta de lucro; elas morrem por falta de caixa.”  Tudo que acontece na sua Empresa tem efeito no caixa, então, falar sobre “Fluxo de Caixa” é, sobretudo, falar sobre Gestão de Negócios...  O Fluxo de Caixa é uma poderosa ferramenta que, se bem utilizada, pode garantir a sobrevivência da Empresa e a realização de suas metas econômicas, financeiras e, até mesmo, sociais...  Com o Fluxo de Caixa podemos controlar todas as atividades da Empresa: compras, estoques, contas a pagar, vendas, contas a receber e investimentos... Um gráfico do Fluxo de Caixa pode representar a estabilidade da sua Empresa, com os eventuais riscos, de acordo com os parâmetros que você estabelecer.  O Fluxo de Caixa pode e deve ser utilizado para controle do Caixa “Realizado” e do Caixa “Projetado” , gerando informações gerenciais para a tomada de decisão nos diversos setores da Empresa. (no livro, falar sobre projeções e previsões de Fluxos)  Desta forma, o Gestor te