Pular para o conteúdo principal

Holding On


Dica 045 - Holding não é problema: é solução!


O jeitinho brasileiro tem transformado uma solução em problema. Estamos falando das Holdings que vêm despertando cada vez mais a atenção dos contribuintes. Utilizadas para concentrar participações societárias ou administrar bens, elas despertam interesse de grupos empresariais e famílias por razões diversas, dentre elas:


1- Proteção do patrimônio, segregando a vida social entre a holding e seus sócios (e suas empresas investidas);

2- Planejamento tributário, com interesse na economia tributária através da elisão fiscal;

3- Um melhor nível de estruturação do negócio e profissionalização dos Sócios com enfoque administrativo; e

4- Planejamento Sucessório adentrando ao contexto familiar, que pode inclusive extinguir o processo de inventário e partilha.

Com estas características as holdings se transformaram na menina dos olhos dos contribuintes, entretanto, estas empresas, também, viraram a menina dos olhos da Receita Federal. O aumento quantitativo e qualitativo da fiscalização tem levado a um crescente número de autuações, normalmente com a determinação de baixa de ofício de pessoas jurídicas não existem de fato. É justo, é muito justo é justíssimo.

Defendemos esta ênfase na fiscalização para separar o joio do trigo: separar holdings corretamente constituídas e utilizadas, daquelas que servem, apenas, para simulação, evasão fiscal e outras hipóteses de crimes contra a ordem tributária.

Para conciliar o crescente interesse dos Contribuintes e do Fisco, nossa dica, para Empresas ou Famílias evitarem riscos fiscais e jurídicos, é selecionar criteriosamente os profissionais das áreas Contábeis e Jurídica que cuidarão do processo de Planejamento e Constituição e Administração da Holding, seja ela Empresarial ou Familiar.

No caso das holdings familiares, recomendamos a leitura concomitante da Dica 007 sobre Sucessão Familiar.


 [Sousa, Vital. 100 Dicas & 001 Conselho. Recife, 2015]

Os Mais Lidos Da Semana!

Rally M+is - Transnordestina

O Rally
O Rally M+is em sua IV Edição – Rally M+is – Transnordestina – estará focando suas expertises no Varejo Alimentar: origem da proposta de trabalho da integrum Consultoria. Suas atividades estarão focadas no desenvolvimento / ampliação do relacionamento dentro da Cadeia de Suprimento e Qualificação de Operadores e Varejistas.
O que eu ganho com isso?
De início, a resposta à pergunta que, acreditamos, surgirá no momento inicial de nossa apresentação: do Consumidor à Indústria, os Benefícios Sistêmicos da maior Interação da Cadeia de Suprimento do Varejo Alimentar.
- Consumidores: MELHOR Atendimento, Preço, Qualidade, Variedade e Conforto; - Varejistas: MAIS Qualificação, Vendas, Gestão e Rentabilidade; - Transportadoras: MAIS Embarques, Precisão, Rapidez, Pontualidade e Eficiência; - Distribuidores: MAIS Mix, Giro, Clientes, Rentabilidade e Liquidez; - Indústrias: MAIS Vendas, Previsibilidade e Rentabilidade!
O Roteiro
O Percurso do Rally M+is – Transnordestina é um retorno às origens: queremos…

10 Perguntas Demolidoras (AP-InCo)

Ter uma Excelente ideia não basta. É preciso saber vender o seu peixe, a qualquer momento que seja preciso. Todo Empreendedor tem a obrigação de conhecer o seu Negócio nos mínimos detalhes. Isso é importante para Vender a ideia e para a gestão do negócio. Todo Empreendedor tem a obrigação de responder, e responder certo, estas 10 perguntas sobreo seu Negócio.
A Young Entrepreneur Council fez uma lista com 10 questões que todos os investidores querem saber do dono de um negócio.
Encarar um grupo de investidores é uma tarefa que exige muita preparação do empreendedor. Se ele quiser conquistar aquele aporte ou investimento para sua startup ou empresa, terá de responder com segurança a todas as dúvidas de seus inquisidores.
Não são perguntas fáceis. Qualquer deslize na explicação do negócio ou desconhecimento de algum detalhe da operação pode custar o tão sonhado capital. Para ajudar os empresários nesse momento de tensão, os diretores do Young Entrepreneur Council, uma associação mundial de…

De Volta ao Futuro! (AP II)

O Reveillon é um momento de luzes e cores: o branco da paz; o amarelo da prosperidade; o azul da harmonia; o verde da saúde; o laranja da vitalidade - esta deveria ser  a minha cor favorita; o vermelho da paixão... Um verdadeiro arco-íris de desejos e felicitações para um ano que se inicia, iluminado pelas luzes dos fogos de artifício e ao som do hit do dia: Vai Malandra!
No meio dessas "ondas" uma foto em preto e branco grita aos quatro ventos e aos quatro cantos da world wide web. Através de um post transversal nas redes sociais, alguém publica uma foto do fotógrafo Lucas Landau, que me conecta, imediatamente, com os versos de um hai kai...
"Pinto meu rosto Para me ver exposto, Sonhar em cores."
... Que, para mim, traduzem o "grito" do menino à beira mar com os olhos refletindo os fogos de artifício. Meu primeiro ímpeto é perguntar, como se ele me escutasse, "Você tem fome de que?"; "Você tem sede de que?" Porque você dá as costas à todas…