Pular para o conteúdo principal

GUIA ACESSÍVEL - Supermercados - Hiper Moinho Oliveira


SOU Varejista desde os meus 8 anos de idade e nunca me canso de valorizar as Melhores Práticas neste segmento. Aliás, o GUIA ACESSÍVEL - Comércio & Turismo tem este objetivo, ampliado para incorporar a causa da Acessibilidade de Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida. Assim juntamos o útil ao agradável identificando Pontos de Vendas que respeitam a Diversidade Humana e Oferecem Excelência no Atendimento ao Cliente. O Hiper Moinho Oliveira, em Macaparana (PE), é um desses exemplos que temos orgulho em divulgar em nosso Guia.


Com uma planta de 780 m² muito bem organizada para dar maior Conforto e Comodidade oferecendo excelentes experiências de Compras aos seus Clientes, a partir do estacionamento, muito bem sinalizado, podemos observar que estamos visitando um Ponto de Vendas construído para oferecer Qualidade e que, sem sombra de dúvidas, é referência para a Cidade e para a Região. Mas tem mais: do Guarda Volumes ao Fraldário, ziguezagueando pelos corredores largos, claros e bem sinalizados, com suas gôndolas bem arrumadas e abastecidas, percebemos que os atributos de Qualidade do Varejo Alimentar foram milimetricamente pensados para oferecer ótimas experiências de Compras.


A satisfação de estar neste Ponto de Vendas atende minhas necessidade de Consumidor e Consultor de Varejo, pois ainda podemos dizer que são raros os casos de Excelência no Atendimento do varejo Alimentar, que desmentem o pressuposto de que lojas do interior são menos qualificados pois não há necessidade: os Clientes não se importam, estão preocupados apenas com o preço dos produtos. 





Invariavelmente, sempre que menciono a necessidade de mudanças na operação dos pontos de vendas, para acompanhar a mudança do perfil dos consumidores, ouço a já batida objeção: “Na teoria é muito bonito. Quero ver na prática.” Costumo, nestes momentos, separar o joio do trigo. De um lado os que se expressam, verbal ou fisicamente, concordando com a máxima do conformismo e da mesmice retrógrada que tem levado centenas de empreendimentos à falência. Do outro lado os que olham para o futuro e reconhecem nesta mudança de perfil do ponto de vendas e dos consumidores, uma oportunidade para crescer. Para estes direciono meus esforços de contribuição para a tomada da decisão de mudar.

Após as primeiras boas impressões, passamos a identificar no ponto de venda, as amarrações aos pilares do Varejo de Vizinhança, a saber: Economia, Qualidade, Atendimento, Variedade e Proximidade. Ponto a ponto, é inegável a consideração de todos os pilares na Estratégia de Atendimento do Hiper Moinho Oliveira






Fica fácil perceber seu posicionamento estratégico que certamente está compartilhado por todos que trabalham no Ponto de Vendas. Todos, certamente, sabem o seu papel no contexto do Atendimento ao Cliente e a importância deste Atendimento no posicionamento da Empresa no Mercado. Há uma Missão compartilhada de forma sistêmica por todos que trabalham para colocar a "Teoria" na "Prática do dia-a-dia".





Todos estes atributos de Qualidade completam-se com a Acessibilidade do Hiper Moinho Oliveira para oferecer Qualidade no Atendimento da Diversidade Humana, entregando, sempre, ótimas experiências de Compras para seus Clientes, independente de sua condição Física. Rampas de Acesso à Loja, guarnecidas de corrimão de dois níveis, oferece conforto à toda Diversidade Humana e responde de forma positiva às interações das Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida (Idosos, Gestantes, Obesos, Etc).



Além da Acessibilidade garantida pelas Rampas, o Hiper Moinho Oliveira oferece uma loja bem Balanceada (Localização das Seções), que facilita e agiliza as Compras, Corredores largos permitem o Fluxo de Carrinhos e Pessoas sem interrupções. Este é um aspecto de suma importância em um Ponto de Vendas, pois além de oferecer Conforto para todos os Clientes, contribuem com a mudança de cultura de que a Pessoa com Deficiência é "um problema a ser resolvido, rapidamente, no ponto de vendas". Os Corredores Largos são, na prática, a aplicação da nova visão da LBI - Lei Brasileira de Inclusão (Estatuto da Pessoa com Deficiência) que trata a Deficiência, NÃO MAIS como uma condição estática e biológica da pessoa, mas como resultado da interação das barreiras impostas pelo meio com as limitações de natureza física, mental, intelectual e sensorial do indivíduo.

Caixa Preferencial Totalmente Acessível evita os vexames a que são submetidas as Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida (Grávidas, Obesos), que precisam "dar a volta" na barreira de Check Out (Caixas) por serem impedidos pelo reduzido espaço entre um Caixa e outro.









A Iluminação é mais que um item de Segurança e Conforto que deve fazer parte do desenvolvimento de qualquer projeto de Exposição e Comunicação. Por isso destacamos este Pilar da Acessibilidade no Varejo, afinal 83% da percepção humana ocorre pelo sentido da Visão.

A Lanchonete seria melhor chamar de Praça de Alimentação, por que hão há barreiras para dividir ambientes nem atrapalhar o fluxo de Pessoas dos Corredores para a Lanchonete. Mesas e Cadeiras colocadas em posição de Atendimento para todos, independente de sua condição física. Para finalizar, pela extensão do piso e grande fluxo de Clientes, a loja está equipada com Sanitários de uso público totalmente Acessíveis. Olhando para o futuro, a ambiente dos Sanitário é provido de um Fraldário para atender aos futuros Clientes. 



Em Macaparana (PE) 21,5% da População (Censo 2.010) são Idoso e/ou tem alguma Deficiência (Visual, Auditiva e Motora) de Moderada a Grave, Considerando a população que se declara com Alguma Deficiência de Leve a Moderada este índice salta para 48,3% da população. Desta forma podemos entender a importância de um Ponto de vendas Acessível. 









Vital Sousa 
Consultor de Varejo

Os Mais Lidos Da Semana!

Rally M+is - Transnordestina

O Rally
O Rally M+is em sua IV Edição – Rally M+is – Transnordestina – estará focando suas expertises no Varejo Alimentar: origem da proposta de trabalho da integrum Consultoria. Suas atividades estarão focadas no desenvolvimento / ampliação do relacionamento dentro da Cadeia de Suprimento e Qualificação de Operadores e Varejistas.
O que eu ganho com isso?
De início, a resposta à pergunta que, acreditamos, surgirá no momento inicial de nossa apresentação: do Consumidor à Indústria, os Benefícios Sistêmicos da maior Interação da Cadeia de Suprimento do Varejo Alimentar.
- Consumidores: MELHOR Atendimento, Preço, Qualidade, Variedade e Conforto; - Varejistas: MAIS Qualificação, Vendas, Gestão e Rentabilidade; - Transportadoras: MAIS Embarques, Precisão, Rapidez, Pontualidade e Eficiência; - Distribuidores: MAIS Mix, Giro, Clientes, Rentabilidade e Liquidez; - Indústrias: MAIS Vendas, Previsibilidade e Rentabilidade!
O Roteiro
O Percurso do Rally M+is – Transnordestina é um retorno às origens: queremos…

10 Perguntas Demolidoras (AP-InCo)

Ter uma Excelente ideia não basta. É preciso saber vender o seu peixe, a qualquer momento que seja preciso. Todo Empreendedor tem a obrigação de conhecer o seu Negócio nos mínimos detalhes. Isso é importante para Vender a ideia e para a gestão do negócio. Todo Empreendedor tem a obrigação de responder, e responder certo, estas 10 perguntas sobreo seu Negócio.
A Young Entrepreneur Council fez uma lista com 10 questões que todos os investidores querem saber do dono de um negócio.
Encarar um grupo de investidores é uma tarefa que exige muita preparação do empreendedor. Se ele quiser conquistar aquele aporte ou investimento para sua startup ou empresa, terá de responder com segurança a todas as dúvidas de seus inquisidores.
Não são perguntas fáceis. Qualquer deslize na explicação do negócio ou desconhecimento de algum detalhe da operação pode custar o tão sonhado capital. Para ajudar os empresários nesse momento de tensão, os diretores do Young Entrepreneur Council, uma associação mundial de…

De Volta ao Futuro! (AP II)

O Reveillon é um momento de luzes e cores: o branco da paz; o amarelo da prosperidade; o azul da harmonia; o verde da saúde; o laranja da vitalidade - esta deveria ser  a minha cor favorita; o vermelho da paixão... Um verdadeiro arco-íris de desejos e felicitações para um ano que se inicia, iluminado pelas luzes dos fogos de artifício e ao som do hit do dia: Vai Malandra!
No meio dessas "ondas" uma foto em preto e branco grita aos quatro ventos e aos quatro cantos da world wide web. Através de um post transversal nas redes sociais, alguém publica uma foto do fotógrafo Lucas Landau, que me conecta, imediatamente, com os versos de um hai kai...
"Pinto meu rosto Para me ver exposto, Sonhar em cores."
... Que, para mim, traduzem o "grito" do menino à beira mar com os olhos refletindo os fogos de artifício. Meu primeiro ímpeto é perguntar, como se ele me escutasse, "Você tem fome de que?"; "Você tem sede de que?" Porque você dá as costas à todas…