Pular para o conteúdo principal

Lucro é o grande barato!


- Porque você insiste em vender só o que é barato?

- É o que o povo quer – preço baixo. Ninguém tá podendo não. O povo não tem dinheiro. Nem emprego tem. E o que é barato gira logo, vende muito.

- Mas você só tem cliente com poder aquisitivo baixo na tua loja?

- É o que eu vejo por aqui.

- Mas e o dono do posto de gasolina da esquina? O dono da padaria? O do bar? A dona da loja de presentes? Acho que até você faz compras em outros lugares...

- É verdade. Tem coisas lá pra casa que tenho que comprar fora...

- Isso se chama sortimento – você tem que procurar saber o que teus clientes e possíveis clientes precisam e querem. Ver o que você poderia oferecer aqui, pra que eles não precisem ir a outro canto.

- E eu sou adivinho agora?

- Não. Tem que fazer pesquisa. Perguntar a eles. Trazer essa gente pra perto e dizer que está aqui pra servi-los, envolve-los num projeto de expansão de ajuste de sortimento, dizer que essa é a loja de vizinhança “deles” e que comprar aqui será uma boa experiência.

- Eles até procuram por umas coisas caras, que eu não vendo aqui. São tudo metido a rico.

- Se eles procuram é porque querem comprar. E se você tiver sempre esses itens com preço competitivo, eles vão comprar aqui. Você tá é perdendo oportunidades e não tá se dando conta disso.

- Mas eu não posso compra uma caixa de whisky 12 anos e outras coisas caras e ficar aqui esperando eles virem aqui comprar. Assim eu quebro.

- Claro que não. Tem que chamar aqui os fornecedores e fazer um acordo de reposição ajustada, comodato e outras parcerias que te permitam aumentar o mix de acordo com o sortimento do público alvo. Depois tem que divulgar – abrir alguns canais de comunicação pra que eles saibam e se lembrem de que você tem o que eles querem. Claro que você não se pode deixar de vender o que já vende, pra não perder os clientes que já tem. Mas tem que buscar mais clientes, aumentar o ticket de venda, diluir os custos e aumentar a rentabilidade, o lucro.

- Taí uma coisa que tenho saudade – lucro.

- Se continuar assim, não vai ver lucro tão cedo. Eu li que em 2015 a Apple vendeu 18,3% dos smartphones do mercado mundial e embolsou 92% de todo o lucro desse segmento. Isso mostra que tem muita gente comprando iPhone e pagando o preço que acredita que ele vale. Gente assim, tá por toda sua vizinhança. Abra o olho. Arregaça as mangas e vai à luta.

- O que você quer dizer com isso?

- Quero te dizer que tem público próximo de você que tem que ser atraído pra tua loja com produtos que eles compram por aí e que tem produtos que deixam boas margens. Se você conseguir juntar a fome com a vontade de comer, vai ter um bom resultado. Pense nisso, monte um plano, chame seus fornecedores e veja se consegue viabilizar esse projeto.

- Tô entendendo. Acho que estou muito acomodado mesmo. Preciso ser mais proativo. Diz aí por onde começamos?

- Começamos?

- É meu Consultor! Deu o mote...


Mauro Ramos
Consultor Organizacional

Os Mais Lidos Da Semana!

O Sorriso do Coringa

Lá pela segunda metade dos anos 80, depois de um “papo cabeça” com um psicanalista, passei de “Yuppie Carrancudo” para “Grunge Sorridente”. Os colegas diriam que por culpa da crise dos trinta, eu, melhor dizendo, diria que "graças" à crise dos trinta. Aceitei o conselho do profissional recomendado para acompanhar algumas mudanças na vida pessoal e profissional. Na época o termo ainda não virara moda, mas passei por um processo de Coaching de Carreira. O conselho, segundo o profissional, deveria resolver metade dos meus problemas... WOW!!! Um conselho bastante tentador, impossível de não ser acatado, pelos resultados prometidos e também pela simplicidade: - Sorria. Metade dos seus problemas vão sumir... Sorria!!! À primeira vista o conselho era muito fácil de ser seguido, afinal quem não sabe sorrir, sorrir é algo natural, sorrir é o melhor remédio para tudo... Porque eu não havia pensado nisso antes? Precisei gastar uma grana preta para descobrir o óbvio? Ao inv

Bodega High Tech - 01 para 01

Longe se vai os dias de inauguração (1.916) da primeira loja de Auto-Serviço no mundo: a Piggly Wiggly . Mais "recentemente" (1.930) os dias do primeiro Supermercado: o King Kullen . Depois vieram os Hard Discount ( Aldi ), os Category Killers ( Toys ‘U’ Us, Leroy Merlin ), os Hipermercados ( Carrefour ), e finalmente os Warehouse Clubs ( Sams Club, Costco ). Paralelo a esta evolução no formato do varejo, vivenciamos a Evolução do Marketing 1.0 : mercado centrado no Produto, onde prevalecia a máxima de Ford: “Um carro pode ter qualquer cor, desde que seja preto.” - passando pelo Marketing 2.0 : voltado para o Consumidor – para o Marketing 3.0 : voltado para os Valores, cujo objetivo é fazer do mundo um lugar melhor, considerando um mercado de seres humanos com coração, mente e espírito, com uma proposição de valor funcional, emocional e espiritual e, finalmente, pelo menos até o próximo Big Show, chegando, finalmente, ao Marketing 4.0 , a era da Transformação Digital

PROCURA-SE: Consultor(a) Financeiro

CONSULTOR DE GESTÃO DE FINANÇAS (CNPJ / MEI)  Para compor Equipe de Plataforma Omnicanal de Desenvolvimento Humano Organizacional , buscamos profissionais com  Graduação, preferencialmente, em Ciências Contábeis e/ou Administração , com desejável Especialização em Controladoria e Finanças e/ou Marketing ; Sólida Experiência em Operação de Varejo e/ou Controladoria.  O Profissional fará parte do Quadro Consultores da VTL Marketing e será co-responsável pelo desenvolvimento de soluções, além da Coordenação dos Serviços de Treinamento e Desenvolvimento em sua área de Gestão.  Empreendedor, Fã / Praticante de Rally; Espírito de Aventura e Disponibilidade para viagens de média (meses) duração no Norte / Nordeste são diferenciais que completam o Perfil dos Profissionais que buscamos. Oferecemos Excelente Ambiente de Trabalho + Honorários + Comissões à Combinar + Participação nos Lucros.  Interessados deverão enviar Currículo para vtlmarketing4.0@gmail.com e destacar no assunto a