Pular para o conteúdo principal

A Cartilha do ABC


Há alguns dias li uma notícia, num site sobre empreendedorismo, que uma empreendedora havia alcançado sucesso em seu negócio com uma inovação: ela estava produzindo sapatos ao gosto do Cliente, isto é: customizados ou personalizados ou, ainda, taylor made – sob medida.

- Como é que é?! Inovação!? Mas quando!?

Sou do tempo que sapatos, roupas, chapéus, joias e outros acessórios e adornos eram confeccionados sob medida e encomenda dos Clientes, então, para mim, esta empreendedora não está inovando: está fazendo o que é bastante comum no mundo da moda: voltando ao passado; fazendo uma releitura de um processo de produção. Não vou me aprofundar neste “revival” calçadista, porque a leitura da noticia me inspirou a fazer minha própria “inovação”: uma Cartilha do ABC para ensinar empreendedores e varejistas o “bê-a-bá” da Gestão de Estoques, Vendas Clientes, Cobrança, Capital de Giro e o fundamental Fluxo de Caixa. A Cartilha do ABC é uma ferramenta gerencial que serve para isso e muito mais.

Claro que a “inovação” da Cartilha do ABC é uma brincadeira. O que quero discutir neste artigo é a Curva ABC da qual falarei já, já. Agora quero fazer um alerta: na Gestão de um Empreendimento, existe uma linha, uma fronteira que separa “homens” de “meninos”; empreendedores “bem-sucedidos” de “falidos”: a excelência na Gestão do Fluxo de Caixa. O porquê do alerta? A Curva ABC pode / deve ser uma excelente ferramenta para manter o ponto de equilíbrio financeiro do negócio. Disso falaremos em outra ocasião. Vamos voltar à nossa “inovação”.

A Curva ABC é um processo de informações para separar dados de maior importância que, normalmente,, são em menor número. Estas dados são classificados da seguinte forma:

- Curva A: dados de maior importância, valor ou quantidade, correspondendo a 20,0% do total de dados;

- Curva B: dados com importância, valor ou quantidade intermediária que corresponde a 30,0% do total;

- Curva C: dados de menor importância, valor ou quantidade, correspondente a 50,0% do total de dados.

Estes percentuais podem variar de negócio para negócio; de processo para processo. Desta forma, não é uma regra fixa, mas um importante parâmetro para nortear o trabalho do Gestor. Os números tendem a ser mais precisos à medida que aprofundamos a análise, quando analisamos os detalhes de cada negócio ou processo.

As Curvas ABC de Vendas podem se analisadas por Produto (Categorias ou Fornecedores) ou Clientes (Canal ou Região) ou, ainda, por Equipes de Vendas que compõem o tripé do Processo de Vendas: Vendedor – Produto – Cliente. Há muitas informações sobre vendas que podemos obter através da análise das Curvas ABC, mas a mais importante é a que nos possibilita avaliar a adequação do Mix de produtos, seja no ponto de vendas ou no portfólio / catálogo de Agentes de Vendas e Distribuição da Cadeia de Suprimento de determinado negócio.

As Curvas ABC de vendas são riquíssimas fontes de informações para gestores de toda cadeia. Cada ponto da curva pode ser analisado e compreendido como o reflexo da aplicação de Estratégias de Marketing que asseguram participação de mercado (Market Share) de algum Agente ou Produto.

Verticalização ou Horizontalização de Vendas, Distribuição, Participação de Mercado, Rentabilidade, Níveis de Estoque e Fluxo de Caixa, Performance de Equipes de Vendas, Roteirização de Vendas e Logística, Exposição de Produtos no ponto de vendas, Organização de Estoques... Estes são alguns exemplos de informações que podem ser obtidas através da análise de Curvas ABC. Por esta lista é possível avaliar a importância estratégica desta ferramenta de gestão e da importância de nossa “inovação”.

- Quanto aos famosos sapatos... Eu prefiro alpagartas Tchê!!! 


Vital Sousa
VTL Marketing & Vendas



Comentários

Os Mais Lidos Da Semana!

Rally M+is - Transamazônica

"Falar é fácil, quero ver fazer!" Partindo de Cabedelo (PB) Quantas vezes você já ouviu esta frase, todas as vezes que você teve uma ideia inovadora; todas as vezes que você pensou em fazer algo, realmente, inovador, diferente? Quantas vezes diante, da descrença das pessoas, você vacilou e desistiu? Nós não desistimos! Amadurecemos nossa ideia até o ponto de ser colhida, até o ponto ideal para ser colocada em prática, até a hora de Agir! Nossa ideia pode até parecer uma completa loucura, uma insensatez, mas foi pensada e planejada nos seus mínimos detalhes: detalhes Bons e Ruins, Ações e Reações, Atitudes e Consequências, Forças e Fraquezas, Oportunidades e Ameaças, o Que, Onde, Porque, Quem, Como, Quando, Quanto... Planejamento concluído e exaustivamente testado e aprovado chegou a hora da Ação! Sem esquecer que a vida do Empreendedor é (ou, necessariamente, deveria ser) um eterno looping de PDCA: Planejar, Desenvolver, Controlar, Ajustar, Planejar...

FLASH 4.0 - Consultoria Relâmpago

  FLASH 4.0 - Consultoria Relâmpago para deixar a sua Loja pronta para o Novo Normal, com Qualidade, Rentabilidade e Efetividade Operacional. Se você está lendo esta postagem, seguramente compartilhamos da mesma paixão pelo Varejo. Agora, gostaria da sua avaliação para este novo modelo de Consultoria que economiza tempo e dinheiro. Estou falando de uma Auditoria de Qualidade , com o objetivo de Qualificar a(s) sua(s) loja(s) para entregar Excelência no Atendimento à Diversidade de Clientes no Ponto de Vendas . A Auditoria tem 4 Módulos , que, livremente, poderão ser contratados, para atender as suas reais necessidades.   Direto ao ponto, porque tempo é dinheiro, me coloco a sua disposição para esclarecer qualquer dúvida sobre a Proposta, para entregarmos, com segurança, um Serviço de Valor e Qualidade Diferencial , compatível com o caráter e a cultura de nossas Empres O Flash 4.0 é uma Auditoria de Qualidade ; uma “tomografia” do Ponto de Vendas para corrigir defeitos e qual

FALA Varejista! PodCast.Sem54 - "Marketing de Experiência - Parte 1"

Numa Parceria de Gustavo Sobreira Advogados Associados, Realiza Business e VTL Marketing e com Apoio de Casa Primor, JAZAM Alimentos e Rações VittaMax, iniciamos mais uma Transmissão do... FALA Varejista! “Existe Marketing de tudo e para tudo porque, como sempre repetimos, tudo é Marketing e Marketing é tudo: simples assim.” A partir desta transmissão iniciamos a Série de 5 Semanas falando sobre Marketing de Experiência , então sem blá-blá-blá, sem embromation, direto ao ponto, o que é Marketing de Experiência? Certamente vocês já ouviram falar de Marketing Estratégico, Marketing Pessoal, Marketing Político, Marketing de Guerrilha, Marketing Digital, Neuro Marketing, Inbound Marketing, Endo Marketing, VTL Marketing , etc, etc... Misturando tudo isso, passamos pelo Marketing de Relacionamento , para criar um caso de amor com seus Clientes, como dizia Kotler, pelo Marketing Sensorial , para usar todos os sentidos – tato, olfato, visão, audição e paladar – para atrair e reter mais Cl