Pular para o conteúdo principal

Vendas: a Solução para Tudo!!!


ATENÇÃO!!!
Tudo que você precisa saber sobre o Processo de Vendas 3-D, está nas três linhas abaixo... Vá para o final do texto e Conheça COMO nós vamos RECONSTRUIR suas Habilidades Técnicas e Interpessoais (Soft + Hard Skills), sem blá-blá-blá, nem mi-mi-mi e muito menos técnicas de abordagem com "gatilhos mentais"!!!

A formulação do Processo de Vendas 3-D possibilita uma abordagem única, a cada interação Vendedor PhD <-> Cliente, Diariamente, Demonstrável e Diferente.

Agora, vá para a marcação abaixo:
=====>

Mas, se preferir conhecer todos os detalhes do que veremos nos 4 (quatro) dias do "Programa VENDOR PhD", aguce os sentidos e tenha uma excelente leitura!!!

Segundo Kotler, Marketing é entender e atender os Clientes. Vamos ampliar este conceito para incluir um elemento essencial: a necessidade. Temos, então, que Marketing é entender e atender as necessidades dos Clientes. Mas isso, ainda, é insuficiente para delimitar a complexidade das atividades que denominamos de Marketing, entre elas o Processo de Vendas. Sim, Processo, porque vender é muito mais que uma simples atividade, principalmente, quando pretendemos vender qualquer coisa. Aliás, este é, na maioria das vezes, o argumento utilizado por todos que se consideram experts em Vendas. Não vamos, aqui, discutir as qualificações de nenhum Vendedor, então vamos voltar ao conceito de Marketing, incluindo outro elemento para facilitar as coisas: a expectativa.

No novo conceito temos que: Marketing é entender e atender as necessidades e expectativas dos Clientes. Eu falei facilitar?! Ainda não! Vamos, antes, trabalhar os elementos necessidades e expectativas.

Quando falamos em necessidades, imediatamente me vem à cabeça a famosa Pirâmide de Maslow ou Pirâmide das Necessidades. Alguém já ouviu falar de Maslow em Cursos e Palestras de Vendas? Se não, deveriam... Devem! Entender, mesmo que minimamente, a dinâmica das necessidades na pirâmide e os efeitos de satisfação é, essencialmente, aprender a vender. Aprender a vender qualquer coisa. Necessidade é o argumento infalível para vender e vender é a solução para tudo!!!

Por outro lado as expectativas são o retrato do comportamento dos Clientes, como ele enxerga o mundo, como ele vê e o que ele espera e/ou deseja de um produto ou serviço. Ainda segundo Kotler, "satisfação consiste em sensações de prazeres ou desapontamentos resultantes da comparação de desempenho percebido de um produto em relação às expectativas dos Clientes". Em resumo, atender às expectativas é tudo que norteia a criação de um produto e/ou serviço.

Isto posto, podemos voltar ao início deste artigo e o que escrevemos, até agora, servirá como introdução para conceituarmos o Processo de Vendas 3-D. O primeiro ponto a ser destacado é que este processo é resultante e resulta em uma série de equações com três variáveis, sendo:

1 – Vendas 3-D = (Entrevista + Argumentação + Negociação)

Esqueça tudo que aprendeu sobre Etapas e Técnicas de Vendas e Negociação e foque, apenas, nestas três atividades: Entrevista, Argumentação e Negociação, que formam o Processo de Vendas 3-D e porque todo o resto termina, quase sempre, sendo uma forma de enganar o Cliente. As Pessoas querem Vendedores que entendam as suas reais necessidades antes de oferecer qualquer coisa, pensando, apenas, nas comissões e em mais uma venda. Pessoas querem Pessoas que escutem e entendam as suas necessidades. Para isso é fundamental executar, de forma exemplar, estas atividades.

A Entrevista é o momento crucial do Processo de Vendas 3-D, é o momento de escutar o Cliente, sim ESCUTAR, porque ouvir é um ato passivo e não requer Proatividade, Empatia,  Respeito ao Cliente, Habilidades Técnicas e Interpessoais;

A Argumentação deve dizer tudo que o Vendedor entendeu sobre as reais – ou não - necessidades do Cliente e tem o produto e/ou serviço que atende as suas expectativas;

Finalmente, na Negociação, o Vendedor deverá fazer Vendas Adicionais, porque se ele executou com competência as atividades anteriores, a venda principal já estará fechada.

2 – Vendedor PhD = (Proatividade + Habilidades (Técnicas + Interpessoais) + Determinação)

Vendedores PhD são aqueles que conseguem aliar as suas Habilidades Técnicas às suas Habilidades Interpessoais para criar Relacionamento e compor uma interação com o Cliente que seja sustentável para ambas as partes. Não estamos propondo que Vendedores sejam bonzinhos, mas que tenham Atitude para estar no comando da situação, respeitando as especificidades de cada Cliente. Verdadeiros Vendedores trabalham com ciclos de vendas mais longos para garantir a transparência e adequação de suas propostas de vendas. Eles sabem que, segundo Maslow, o que é necessário para mudar uma pessoa (suas expetativas) é mudar sua consciência de si mesmo e fazem isso com clareza e segurança, transmitindo confiança aos seus Clientes.

Vendedores PhD possuem e utilizam com Maestria 12 Características essenciais para o pleno Desenvolvimento do Processo de Vendas 3-D que tem início no Desenvolvimento do Produto e Termina com a Satisfação do Cliente. Vejamos essas Características:
01 - São Apaixonados por Vendas,
02 - Buscam o Conhecimento de forma constante,
03 - É Focado em Resultados,
04 - É Paciente e sabe esperar a hora certa para fechar a Venda,
05 - Tem Habilidades Técnicas apuradas,
06 - Utiliza Habilidades Interpessoais para criar Relacionamentos,
07 - Respeita o Cliente e a sua Equipe,
08 - Sabe Escutar o Cliente,
09 - Tem a Transparência e a Honestidade como Valores,
10 - É Ético,

11 - Tem Vocação e Prazer em Servir o Cliente,
12 - Sobretudo, é Autoconfiante.

3 – Cliente = (Corpo + Mente + Espírito)

A primeira coisa que um Vendedor deve aprender sobre o Cliente é que ele é uma Pessoa. Isto parece bastante óbvio, mas para muitos, e isso não é nenhum exagero, o Cliente é um Pato pronto para ser depenado.

O Cliente, isto precisa ficar claro para todos, é uma ser humano com Corpo e suas necessidades – desde as mais básicas, como comer e dormir, até as mais elevadas como a auto realização; Mente e seu comportamento que ditam suas expectativas sobre produtos e serviços e Espírito com suas crenças e valores morais, éticos e religiosos. Estes aspectos do Cliente são preponderantes na hora de oferecer qualquer coisa para ele. Não se oferece, por exemplo, um Casaco de Peles para um Vegano, mesmo que a temperatura esteja abaixo de zero!

4 – Produto = (Características + Vantagens + Benefícios)

O Produto ou Serviço é qualquer coisa com Características (os elementos que formam o produto) Vantagens (seus diferenciais frente aos seus concorrentes e substitutos) e Benefícios (o que se espera com o consumo do mesmo, como atende necessidades e expectativas), que são percebidos pelos Clientes através da argumentação do Vendedor.

Produtos e/ou Serviços são criados, necessariamente, para atender necessidades e expectativas dos Clientes. Eles podem atender necessidades específicas e/ou atender várias necessidades ao mesmo tempo. É neste ponto que reside a necessidade do Vendedor conhecer as necessidades dos seus Clientes, bem como a dinâmica das necessidades na Pirâmide de Maslow, a pirâmide da satisfação ou da motivação. Com uma Entrevista bem feita o Vendedor poderá, ao invés de qualquer coisa, oferecer um produto que atenda várias necessidades – reais ou não – do Cliente. Isto lhe trará vantagens, maior poder de argumentação e negociação.

Vamos avaliar, por exemplo, este dois produtos Um Motorola PT 500 (considerando que ainda seja possível utilizá-lo plenamente) e um iPhone (Apple). Cada característica destes produtos atende uma necessidade específica seja ela real ou não, isso quem decide é o Cliente, com benefícios e vantagens em relação ao seu concorrente. Se o Cliente deseja, apenas, se comunicar, falando no telefone, o PT 500 pode ser a melhor alternativa, mas se o desejo do Cliente é se comunicar de várias maneiras e tirar selfies na gente do espelho com a logo da Apple em evidência, não resta dúvida sobre qual deverá ser a melhor alternativa a ser apresentada pelo Vendedor.

As fórmulas acima apresentadas sintetizam a dinâmica envolvida no Processo de Vendas com foco no Atendimento das Necessidades e Expectativas das Pessoas (Clientes), Atendimento este, executado pelo foco DO Cliente. Assim, no Processo de Vendas 3-D, Vendedores PhD são, necessariamente, Pessoas que Pensam, Entendem e Atendem Necessidades e Expectativas de Pessoas.

Finalizando, se Marketing é entender e atender as necessidades e expectativas dos Clientes, Vender é, essencialmente, Pensar em Pessoas.


Vital Sousa
VTL Marketing & Vendas


Este Artigo é um resumo do Programa "VENDOR PhD". Se tiverem interesse em conhecer, FALE CONOSCO!!!

As Oficinas da VTL Marketing são Treinamentos de Alto Impacto, focados na conversão do Conhecimento em Melhores Práticas, através da aplicação de Testes, Dinâmicas e Simulações, realizadas por Consultores e Palestrantes Qualificados, com Autoridade para discutir os temas abordados.Veja abaixo o Conteúdo da Oficina "Programa VENDOR PhD".

=====>
Programa “VENDOR PhD”

Esqueça tudo que Você aprendeu sobre Etapas e Técnicas de Vendas e Negociação e foque, apenas, nestas três perguntas: Quem é Você? O Que Você Vende? Quem é o seu Cliente? Desenvolva suas Habilidades (Soft + Hard Skills): Integre-se ao Processo de Vendas 3-D e torne-se um Verdadeiro Líder em Vendas.

Vetor 1: Análise Comportamental 
- Os Participantes serão qualificados para identificar o próprio Perfil de Liderança Sistêmica Situacional (PLS) e reconhecer o Nível de Maturidade de sua Equipe e dos seus Clientes;
- As Raízes do Comportamento e da Motivação, com discussão sobre Mapa Mental e Ativação do Estado de Recurso;

Vetor 2: Habilidades Interpessoais
- Requalificação dos Participantes para utilizarem a 1ª Etapa do Processo de Vendas 3-D: a Entrevista;
- Identificação do Perfil de Personalidade Atitudinal (PPA) e Exercícios Práticos de Empatia e Entrevista;

Vetor 3: Apresentações de Alto Impacto 
- Direcionamentos para compor uma Argumentação de Alto Impacto para apresentá-la aos Clientes e obter maiores Taxas de Conversão;
- Identificação do Perfil de Equilíbrio Emocional (PEE), Técnicas de Apresentação de Alto Impacto e Exercícios Práticos de Apresentação e Argumentação;

Vetor 4: Desenvolvimento de Habilidades de Negociação & Vendas 
- Os Participantes serão qualificados para identificar o próprio Perfil de Negociação e Vendas (PNV) e reconhecer o Perfil dos membros da sua Equipe e, principalmente, dos seus Clientes e demais negociadores;
- Discussão sobre Técnicas de Contorno de Objeções (Amortecedores) e os 3 Maiores Desafios em Vendas: Inércia, Empatia e Confiança;
- Exercícios Práticos de Aplicação de Negociação e Persuasão;

INVESTIMENTOS:
Número de PAX
( R$. )
De 1 a 3 Pessoas
120,00
De 4 a 6 Pessoas
100,00
De 7 a 9 Pessoas
90,00
De 10 Pessoas Acima
80,00
Estudantes (30,0% Off)
80,00

INSCREVA-SE JÁ!!!


Para maiores informações, FALE CONOSCO!!!

Comentários

Os Mais Lidos Da Semana!

Motivação x Entusiasmo

"Nada de grandioso chegou, algum dia, a ser alcançado sem entusiasmo.” [Ralph Waldo Emerson] Mais um Work Shop, mais uma Palestra e a velha questão vem à tona: motivação. O que percebo, é que a grande maioria das pessoas está olhando, diariamente, para os céus à espera de instruções para seguir em frente. Há um verdadeiro eclipse do pensamento. As pessoas simplesmente desistiram de pensar e desta forma se sentem inteiramente perdidas, limitadas a garantir suas subsistências. Por outro lado, sempre que ouço uma solicitação de algum trabalho voltado à motivação do pessoal, fico com as orelhas em pé: quais as verdadeiras razões para a demanda? Há um real desejo de desenvolvimento das pessoas pelas pessoas ou trata-se apenas de uma demanda por mais produtividade? Mas esta é outra história. Inicialmente, vamos entender a diferença entre ‘motivação’ e entusiasmo (automotivação). Conforme sempre falo, a diferença entre motivação e entusiasmo fica explicitada em u

Arista - Até o Fim do Mundo

"Arista - Até o Fim do Mundo" é um Romance-Ficção Científica-Aventura; é, também, uma inquietante tentativa de responder as perguntas sobre as origens do que escrevo: as lembranças que afloram em minha mente e eu não sei precisar se são, realmente, lembranças ou sonhos ou delírios.  "Se os "nomes" ou "fatos", descritos, te fizerem lembrar de um lugar, uma pessoa, uma situação; se você experimentar uma sensação de déjà vu... Tenha certeza: você pode não ser a pessoa que pensa que é... Então, não perca tempo: deixe tudo que estiver fazendo e venha para Colina, Comuna de Sinnamary, Guiana Francesa, para iniciar a busca da sua verdadeira história... Procure-me no Hotel Concorde, Apto 201... Acredito ser Carlos Eduardo Romero" 100,0% dos Royalties deste Produto será destinado às Ações Sociais do i2: instituto integrum que atua na Formação e Qualificação de Operadores e Empreendedores Varejistas e na Promoção da Acessibilidade no Varejo de Produtos e

Rally M+is - Transamazônica

"Falar é fácil, quero ver fazer!" Partindo de Cabedelo (PB) Quantas vezes você já ouviu esta frase, todas as vezes que você teve uma ideia inovadora; todas as vezes que você pensou em fazer algo, realmente, inovador, diferente? Quantas vezes diante, da descrença das pessoas, você vacilou e desistiu? Nós não desistimos! Amadurecemos nossa ideia até o ponto de ser colhida, até o ponto ideal para ser colocada em prática, até a hora de Agir! Nossa ideia pode até parecer uma completa loucura, uma insensatez, mas foi pensada e planejada nos seus mínimos detalhes: detalhes Bons e Ruins, Ações e Reações, Atitudes e Consequências, Forças e Fraquezas, Oportunidades e Ameaças, o Que, Onde, Porque, Quem, Como, Quando, Quanto... Planejamento concluído e exaustivamente testado e aprovado chegou a hora da Ação! Sem esquecer que a vida do Empreendedor é (ou, necessariamente, deveria ser) um eterno looping de PDCA: Planejar, Desenvolver, Controlar, Ajustar, Planejar...