Pular para o conteúdo principal

Disrupção


Essa é do “Top”! Sentiram a “pressão”? Pois é: de tempos em tempos, nos mais diversos cenários, surgem, em todas as bocas e textos, palavras que merecem destaque na “mídia”. Geralmente são neologismos – palavras inventadas – ou traduções de palavras estrangeiras ou, ainda, estas palavras utilizadas com as mais diversas pronúncias.

“Pedaladas”, “impeachment”, “diferenciado”,”selfie”, “viralizar”, “coaching”, “bombar”, “whatsapp”... “Disrupção”: esta é a “bola da vez”, nossa sorteada para uma análise “morfológica”. No Google encontramos, apenas, 73.100 resultados: muito pouco em termos de internet, mostrando que é, realmente, uma “inovação”. A palavra surgiu no cenário empresarial e já está nas listas “top” de nomes que são “referências” e ditam “tendências” no Setor. 

“Disrupção” para lá e para cá; nisso, disso e daquilo... Mas o que diabos é “disrupção”? Está na hora de esclarecer, conhecer e compreender esse “palavrão”: pois seu efeito é “bafônico”. O termo surgiu numa das mais respeitadas universidades do mundo: Harvard. Foi criado pelo Professor Clayton Christensen e é utilizado para descrever inovações, de grande impacto, que oferecem produtos acessíveis, criando um novo mercado consumidor. A entrada desses produtos no mercado podem desestabilizar empresas que eram líderes no Setor. Estas condições são fortemente ampliadas com o desenvolvimento da internet, que se consolida dia após dia, como terreno fértil para “revoluções” mercadológicas. “Startups” de garagem que podem “da noite para o dia”, se transformarem em gigantes globais, tais como Netflix, Microsoft, Apple e Google. Ao citar estas marcas compreendemos o porquê de tanto “buzz” com a palavra “disrupção” e por que todo mundo está querendo ser “disruptivo”.

Mas nem só de alta tecnologia vive a “disrupção”. Qualquer empreendedor que entre num mercado consolidado, oferecendo alternativas viáveis, pode ser considerado “disruptivo”. Isto posto, considerando o arranjo econômico do nosso negócio e nossa proposta de valor... “Caraca Muleke!” Nós temos um negócio “disruptivo”...

Outro ponto em comum é que negócios “disruptivos”, geralmente, não são recebidos com bons olhos pelos consumidores e com indiferença pelos concorrentes, mas ao entrarem, de forma definitiva, na vida das pessoas, consolidam-se, rapidamente, como “diferenciais estratégicos” para as Empresas. Assim nos posicionamos: queremos fazer diferença na vida das pessoas e estamos trabalhando com uma “visão” de futuro, com a certeza de que, no nosso Setor, ou promovemos a “inovação” ou seremos “disruptidos”... Quem sobreviver verá para contar!!!

Neste atual cenário do Varejo Mundial, e dos confins dos sertões tupiniquins, onde as novas tecnologias, internet, tecnologia mobile, aplicativos e redes sociais estão provocando uma r-evolução na forma como os Clientes demandam atendimento de suas necessidades, desejos e expectativas, os gestores estão arrancando os cabelos para serem "disruptivos" e oferecerem um "produto" que agrade os seus consumidores em escala global, nada menos, nada mais. Agora os "nichos" estão sendo colocados na berlinda - al alcance dos dedos do consumidor: a tela do smartphone - e em escala global. Ser "disruptivo" é uma questão de sobrevivência.


Vital Sousa
VTL Marketing

Os Mais Lidos Da Semana!

FLASH 4.0 - Consultoria Relâmpago

  FLASH 4.0 - Consultoria Relâmpago para deixar a sua Loja pronta para o Novo Normal, com Qualidade, Rentabilidade e Efetividade Operacional. Se você está lendo esta postagem, seguramente compartilhamos da mesma paixão pelo Varejo. Agora, gostaria da sua avaliação para este novo modelo de Consultoria que economiza tempo e dinheiro. Estou falando de uma Auditoria de Qualidade , com o objetivo de Qualificar a(s) sua(s) loja(s) para entregar Excelência no Atendimento à Diversidade de Clientes no Ponto de Vendas . A Auditoria tem 4 Módulos , que, livremente, poderão ser contratados, para atender as suas reais necessidades.   Direto ao ponto, porque tempo é dinheiro, me coloco a sua disposição para esclarecer qualquer dúvida sobre a Proposta, para entregarmos, com segurança, um Serviço de Valor e Qualidade Diferencial , compatível com o caráter e a cultura de nossas Empres O Flash 4.0 é uma Auditoria de Qualidade ; uma “tomografia” do Ponto de Vendas para corrigir defeitos e qual

PROCURA-SE: Consultor de Varejo

CONSULTOR DE VAREJO (CNPJ / MEI)  Para compor Equipe de Plataforma Omnicanal de Desenvolvimento Humano Organizacional , buscamos profissionais com Graduação em Administração e/ou Marketing com desejável Especialização em Finanças e Controladoria e/ou Gestão de Pessoas; COM ou SEM Experiência em Operação de Loja, mas com necessária experiência como Facilitador de Treinamentos Operacionais e Gerenciais.  O Profissional deverá compor o Quadro de Consultores da VTL Marketing, sendo co-responsável pelo desenvolvimento dos Treinamentos e Cosultorias na sua área de atuação.  Oferecemos Excelente Ambiente de Trabalho + Honorários + Comissões + Participação nos Lucros.  Perfil Empreendedor; Fã / Praticante de Rally; Espírito de Aventura e Disponibilidade para viagens de média (meses) duração no Norte / Nordeste são diferenciais que completam o Perfil dos Profissionais que buscamos.  Interessados deverão enviar Currículo para vtlmarketing4.0@gmail.com e destacar no assunto a área de a

FALA Varejista! PodCast.Sem56 - "Marketing de Experiência - Parte 3"

Numa Parceria de Fix Tecnologia, Gustavo Sobreira Advogados Associados, Realiza Business e VTL Marketing e com o Apoio de Casa Primor, JAZAM Alimentos e Rações VittaMax , iniciamos mais uma Transmissão do... FALA Varejista! “Existe Marketing de tudo e para tudo porque, como sempre repetimos, tudo é Marketing e Marketing é tudo: simples assim.” Dando continuidade à Série de 5 Semanas falando sobre Marketing de Experiência , nesta terceira transmissão falaremos sobre os 5 Tipos de Experiência . Vamos destacar as características de cada Experiência e contextualizar com um exemplo prático no Ponto de Vendas, para maior clareza da situação. 1. Sentidos Experiências proporcionadas através dos 5 Sentidos , o chamado Marketing Sensorial , são utilizadas desde os primórdios do Varejo. A Experimentação é uma poderosa estratégia de Marketing e Vendas. No Ponto de Vendas, cheirinho de pão fresquinho ou de um cafezinho ou, ainda, de algum alimento sendo preparado para degustação, são excelent