Pular para o conteúdo principal

Disrupção


Essa é do “Top”! Sentiram a “pressão”? Pois é: de tempos em tempos, nos mais diversos cenários, surgem, em todas as bocas e textos, palavras que merecem destaque na “mídia”. Geralmente são neologismos – palavras inventadas – ou traduções de palavras estrangeiras ou, ainda, estas palavras utilizadas com as mais diversas pronúncias.

“Pedaladas”, “impeachment”, “diferenciado”,”selfie”, “viralizar”, “coaching”, “bombar”, “whatsapp”... “Disrupção”: esta é a “bola da vez”, nossa sorteada para uma análise “morfológica”. No Google encontramos, apenas, 73.100 resultados: muito pouco em termos de internet, mostrando que é, realmente, uma “inovação”. A palavra surgiu no cenário empresarial e já está nas listas “top” de nomes que são “referências” e ditam “tendências” no Setor. 

“Disrupção” para lá e para cá; nisso, disso e daquilo... Mas o que diabos é “disrupção”? Está na hora de esclarecer, conhecer e compreender esse “palavrão”: pois seu efeito é “bafônico”. O termo surgiu numa das mais respeitadas universidades do mundo: Harvard. Foi criado pelo Professor Clayton Christensen e é utilizado para descrever inovações, de grande impacto, que oferecem produtos acessíveis, criando um novo mercado consumidor. A entrada desses produtos no mercado podem desestabilizar empresas que eram líderes no Setor. Estas condições são fortemente ampliadas com o desenvolvimento da internet, que se consolida dia após dia, como terreno fértil para “revoluções” mercadológicas. “Startups” de garagem que podem “da noite para o dia”, se transformarem em gigantes globais, tais como Netflix, Microsoft, Apple e Google. Ao citar estas marcas compreendemos o porquê de tanto “buzz” com a palavra “disrupção” e por que todo mundo está querendo ser “disruptivo”.

Mas nem só de alta tecnologia vive a “disrupção”. Qualquer empreendedor que entre num mercado consolidado, oferecendo alternativas viáveis, pode ser considerado “disruptivo”. Isto posto, considerando o arranjo econômico do nosso negócio e nossa proposta de valor... “Caraca Muleke!” Nós temos um negócio “disruptivo”...

Outro ponto em comum é que negócios “disruptivos”, geralmente, não são recebidos com bons olhos pelos consumidores e com indiferença pelos concorrentes, mas ao entrarem, de forma definitiva, na vida das pessoas, consolidam-se, rapidamente, como “diferenciais estratégicos” para as Empresas. Assim nos posicionamos: queremos fazer diferença na vida das pessoas e estamos trabalhando com uma “visão” de futuro, com a certeza de que, no nosso Setor, ou promovemos a “inovação” ou seremos “disruptidos”... Quem sobreviver verá para contar!!!

Neste atual cenário do Varejo Mundial, e dos confins dos sertões tupiniquins, onde as novas tecnologias, internet, tecnologia mobile, aplicativos e redes sociais estão provocando uma r-evolução na forma como os Clientes demandam atendimento de suas necessidades, desejos e expectativas, os gestores estão arrancando os cabelos para serem "disruptivos" e oferecerem um "produto" que agrade os seus consumidores em escala global, nada menos, nada mais. Agora os "nichos" estão sendo colocados na berlinda - al alcance dos dedos do consumidor: a tela do smartphone - e em escala global. Ser "disruptivo" é uma questão de sobrevivência.


Vital Sousa
VTL Marketing

Os Mais Lidos Da Semana!

Motivação x Entusiasmo

"Nada de grandioso chegou, algum dia, a ser alcançado sem entusiasmo.” [Ralph Waldo Emerson] Mais um Work Shop, mais uma Palestra e a velha questão vem à tona: motivação. O que percebo, é que a grande maioria das pessoas está olhando, diariamente, para os céus à espera de instruções para seguir em frente. Há um verdadeiro eclipse do pensamento. As pessoas simplesmente desistiram de pensar e desta forma se sentem inteiramente perdidas, limitadas a garantir suas subsistências. Por outro lado, sempre que ouço uma solicitação de algum trabalho voltado à motivação do pessoal, fico com as orelhas em pé: quais as verdadeiras razões para a demanda? Há um real desejo de desenvolvimento das pessoas pelas pessoas ou trata-se apenas de uma demanda por mais produtividade? Mas esta é outra história. Inicialmente, vamos entender a diferença entre ‘motivação’ e entusiasmo (automotivação). Conforme sempre falo, a diferença entre motivação e entusiasmo fica explicitada em u

Vendor PhD: a Solução para Tudo!!!

ATENÇÃO!!! Tudo que você precisa saber sobre o Processo de Vendas 3-D, está nas três linhas abaixo... Vá para o final do texto e Conheça COMO nós vamos RECONSTRUIR suas Habilidades Técnicas e Interpessoais (Soft + Hard Skills), sem blá-blá-blá, nem mi-mi-mi e muito menos embromation: teorias miraculosas e fórmulas secretas!!! A formulação do Processo de Vendas 3-D possibilita uma abordagem única, a cada interação Vendedor PhD <-> Cliente, Diariamente, Demonstrável e Diferente. Agora, vá para a marcação abaixo: =====> Mas, se preferir conhecer todos os detalhes do que veremos nos 4 (quatro) dias do "Programa VENDOR PhD" , aguce os sentidos e tenha uma excelente leitura!!! Segundo Kotler, Marketing é entender e atender os Clientes. Vamos ampliar este conceito para incluir um elemento essencial: a necessidade. Temos, então, que Marketing é entender e atender as necessidades dos Clientes. Mas isso, ainda, é insuficiente para delimitar a comp

TRABALHE CONOSCO: Consultor(a) Gestão de Pessoas

CONSULTOR(A) DE GESTÃO DE PESSOAS (LIBERAL / CNPJ / MEI) Para compor Equipe de Plataforma Omnicanal de Desenvolvimento Humano Organizacional , buscamos profissionais com Graduação em Psicologia e/ou Administração , com necessária Especialização em Gestão de Pessoas e/ou Psicologia Organizacional ; sólida Experiência em Operação de Varejo e/ou Desenvolvimento Humano Organizacional.  O Profissional será co-responsável pelo desenvolvimento e aplicação de Cursos, Palestras e Oficinas, além de atuar com Mentoria e Assessoria aos Clientes e Usuários dos Serviços de Treinamento, Desenvolvimento Humano e Recrutamento & Seleção .  Oferecemos Excelente Ambiente de Trabalho, Remuneração por Projetos (+Honorários +Comissões +Participação nos Lucros), além de possibilidade de Sociedade.  Perfil Empreendedor; Fã / Praticante de Rally; Espírito de Aventura e Disponibilidade para viagens de média (semanas / meses) duração no Norte / Nordeste são diferenciais que completam o Perfil dos Pro