Pular para o conteúdo principal

O Navegador de ObZ


“Agir, eis a verdadeira inteligência.”

[Fernando Pessoa]


Capital. Sem sombra de dúvidas este é o principal motivo para não empreender. Segundo recente pesquisa do Endeavor/IBOPE, que mapeou o Empreendedorismo no Brasil em 2.013, a grande maioria (66,0%) dos que não empreendem, não o fazem por falta de recursos.

Na cronologia que abre minha narrativa, fica fácil entender que nem sempre viajei com céu de brigadeiro. Pelo contrário, engrossei o caudal de empreendedores que com recursos escassos, insistem, persistem e não desistem de transformar seus sonhos em realidade.

Todos os anos de experiência em Planejamento Orçamentário de grandes e médias corporações me ensinaram que só os neuróticos sobrevivem. Mas isso não é uma tarefa fácil. Não é fácil resistir ao consumismo; ao supérfluo; ao desperdício. Esta é uma tarefa que requer um longo processo de mudança comportamental que tem como princípio uma mudança de atitude.

Para quem sempre deixou o troco como “caixinha”, é extremamente difícil exigir o troco em Loja de R$. 1,99. Brigar pelos centavos; para que não os convertam em balas, dá a exata noção do custo das coisas. Este é um longo aprendizado que faz com que os neuróticos mudem por completo suas curvas de decisão para a aquisição de bens e serviços.

Este aprendizado pode e deve ser copiado no empreendedorismo; na construção de um arranjo econômico que dê sustentabilidade ao negócio mesmo em tempos de crise. Aqui menos é mais: quanto menor o aporte de Capital, maior será o retorno sobre o investimento, em todos os sentidos, se todos os recursos necessários ao empreendimento forem disponibilizados com criatividade, transformando o Capital Intelectual em Recursos Financeiros. Acredito que este é o pressuposto do Processo de Orçamento Base Zero que aplicamos em nossos empreendimentos.

O Orçamento Base Zero inverte a abordagem incremental da orçamentação tradicional, com base na mudança comportamental que já mencionei. Neste processo, a criatividade é colocada à prova para que cada item do orçamento seja criteriosamente aprovado. Como resultados imediatos, aponto a eliminação do desperdício e o desenvolvimento de inovações em toda a cadeia de produção.

A Magia do OBZ está no fato de transportar o Empreendedor de volta ao início do negócio, pelo fato de desconsiderar históricos de custos. Desta forma a cada novo período, inicia-se as avaliações do que, como e quanto investir em Pesquisa, Desenvolvimento e na Produção.

O Orçamento Base Zero (OBZ) é o conceito de orçamento mais avançado para planejamento orçamentário com o objetivo de redução de custos e eliminação de desperdícios. Busca o planejamento antecipado para identificar as atividades e tarefas indispensáveis ao funcionamento da organização, ao mesmo tempo em que identifica as atividades, tarefas e processos que podem ser reduzidas ou eliminadas.

Em uma abordagem de planejamento, este modelo orçamentário caracteriza-se como um sistema de redução contínua de custos e eliminação de desperdícios. Para a sua implementação, as empresas precisam preparar-se para concretizarem os objetivos de reduzir custos. É necessário mudar conceitos de cultura organizacional, bem como definir os procedimentos e técnicas para a implantação do OBZ.

Aos críticos do processo, principalmente quando destacam o consumo exagerado de tempo e possíveis comprometimentos da pesquisa e do desenvolvimento, reafirmo minha crença na construção de uma Cultura de Excelência fundamentada no aprendizado contínuo de todos os envolvidos no processo. Ligado o “piloto automático”, viajamos em céu de brigadeiro.

O modelo de financiamento i2 – instituto integrum e do Rally M+is – Transamazônica são exemplos desta política e de que é possível empreender, mesmo sem recursos. A solução para o empreendedor, como defendemos em nossas palestras, está no CHA: Conhecimento (O que fazer), Habilidades (Como fazer) e Atitudes (Querer fazer). Assim nos preparamos para viajar, apenas, com uma pequena área de escape, em nossos recursos. O passe de mágica seria transformar Capital Intelectual em Recursos Financeiros para custear a viagem e parte do Projeto. Neste desenho, destacamos a negociação de Patrocínios que foram decisivos para a contratação e aquisição dos recursos iniciais do Rally.


Orçamento Rally M+is *
Sugerido
Orçado
Realizado
70,00
50,00
38,70
* Valor em R$. Médio Diário



Entre os valores Planejados e Realizados a diferença deveu-se basicamente pela mudança de atitude com relação ao apego de algum conforto ou status ou simplesmente por abandonar a preocupação com as aparências e com “o que os outros vão pensar?” como veremos no Capítulo a seguir.


 [Sousa, Vital. Empreendimento Sem Fim. Recife, 2015]


Comentários

Os Mais Lidos Da Semana!

PROCURA-SE: Consultor de Varejo

CONSULTOR DE VAREJO (CNPJ / MEI)  Para compor Equipe de Plataforma Omnicanal de Desenvolvimento Humano Organizacional , buscamos profissionais com Graduação em Administração e/ou Marketing com desejável Especialização em Finanças e Controladoria e/ou Gestão de Pessoas; COM ou SEM Experiência em Operação de Loja, mas com necessária experiência como Facilitador de Treinamentos Operacionais e Gerenciais.  O Profissional deverá compor o Quadro de Consultores da VTL Marketing, sendo co-responsável pelo desenvolvimento dos Treinamentos e Cosultorias na sua área de atuação.  Oferecemos Excelente Ambiente de Trabalho + Honorários + Comissões + Participação nos Lucros.  Perfil Empreendedor; Fã / Praticante de Rally; Espírito de Aventura e Disponibilidade para viagens de média (meses) duração no Norte / Nordeste são diferenciais que completam o Perfil dos Profissionais que buscamos.  Interessados deverão enviar Currículo para vtlmarketing4.0@gmail.com e destacar no assunto a área de a

Rally M+is - TransNordestina

Rally M+is -  TransNordestina (Suape, PE - Pecém, CE) "O Rally da TransformAÇÃO" Apresentação / Propósito: O Rally M+is em sua IV Edição – Rally M+is – TransNordestina – estará focando suas expertises no Varejo Alimentar: origem da proposta de trabalho da VTL Marketing . Suas atividades estarão focadas no desenvolvimento e/ou ampliação do relacionamento dentro da Cadeia de Suprimento, além da Qualificação de Empreendedores e Operadores e Varejistas para enfrentar a R-Evolução 4.0 ; para trabalhar com foco na nova realidade do Varejo e do Novo Consumidor Omnicanal. O que eu ganho com isso? - Consumidores: MELHOR Atendimento, Preço, Qualidade, Variedade e Conforto; - Varejistas: MAIS Qualificação, Vendas, Gestão e Rentabilidade; - Transportadoras : MAIS Embarques, Precisão, Rapidez, Pontualidade e Eficiência; - Distribuidores: MAIS Mix, Giro, Clientes, Rentabilidade e Liquidez; - Indústrias: MAIS Vendas, Previsibilidade e Rentabilidade! O Roteiro: Neste mom

FALA Varejista! PodCast.Sem35 - "Consistência"

FALA Varejista!  “A Consistência é superestimada: os dispersos herdarão a terra... Quem viver verá.”  Falar de Consistência me faz lembrar um pudim: uma delícia e uma excelente analogia para tratar deste tema...  Nos meios empresariais, a Consistência pode ser definida como um conjunto de resultados que satisfazem as expectativas das organizações em qualquer processo; é a coerência; a firmeza de ponto de vista; a persistência...  Para Empreendedores , principalmente os que empreendem por necessidade e todos que estão diante de uma dificuldade, uma crise, o conceito de Consistência não faz o menor sentido; É neste contexto que digo que a Consistência é superestimada...  Para estes Empreendedores, minha recomendação é que não esperem até alcançar a Consistência para fazer o que deve ser feito. Esperar não leva ninguém a lugar nenhum.  Em momentos de incertezas e necessidade de decisões rápidas, recomendo que Empreendedores e Gestores avaliem suas melhores competências e habilidades