Pular para o conteúdo principal

SORRIA, Eu Sou O Cliente!!!



A Campanha #SORRIA, Eu Sou O Cliente! Cumpriu o seu objetivo: virou Artigo, Palestra, virou até um livro; para não deixar escapar a oportunidade de contar uma boa história e não deixar de aprender com ela, afinal toda história tem uma moral. Moral da história: sorrir, ainda, é o melhor remédio, para quase tudo, mas para isso haja resiliência!!!

A origem da Campanha #Sorria foi um “causo” de Mau Atendimento, agora, com o livro prestes a ser publicado, retomamos a Campanha em função de... Imaginem: outro “causo” de péssimo atendimento. Para quem quer ver o lado positivo de tudo, destacamos a evolução de mau para péssimo atendimento. Neste caso, um “causo” do que costumo chamar de “Surto Sistêmico”: um momento onde todo sistema de atendimento falha de forma retumbante e sistêmica. As causas para a ocorrência do surto são muitas: vão desde as péssimas condições de trabalho de operadores até operadores mal intencionados em busca de um turn over forçado para não “perder os direitos”. Em todos os casos a vítima é a mesma: o Cliente!

O “Surto Sistêmico” embora seja uma ocorrência intempestiva, não é, em si, uma causa de mau atendimento, mas o efeito de um processo crônico de deterioração das estruturas de atendimento, que tem início com a ausência ou perda de uma Cultura Organizacional focada no desenvolvimento da Excelência no Atendimento à razão de existir do Varejo: o Cliente! Essencialmente prestador de serviços, o que define uma organização como varejista é o atendimento ao consumidor final. Portando, a essência do varejo é servir. No desenvolvimento de uma Cultura de Atendimento, Diariamente, Demonstrável, Diferente e Incrivelmente Fantástica, como demonstramos na Palestra “Atendimento é Cultura”, é impossível dissociar a excelência no atendimento de pessoas que pensam em pessoas e têm vocação para servir.

Findas as considerações sobre o “Surto”, vamos ao “causo”. Imaginem uma Cliente que é acintosa e verbalmente agredida, por um Promotora de Vendas, com injúrias e expressões preconceituosas a respeito de sua condição sócio econômica, tendo negado seu direito de escolha, ir e vir e liberdade de expressão, simplesmente porque não optou pelo produto apresentado pela Promotora. O constrangimento a que foi submetido a Cliente, poderia ensejar um processo contra o ponto de vendas com a responsabilização do proprietário da loja e da própria Promotora, Mas como a Cliente no presente “causo”, era uma profissional acostumada, em função de sua profissão, a lidar com surtos, pitis, peripaques e outros bichos da fauna do relacionamento humano em situações de crise, a ocorrência rendeu, apenas, uma reprimenda para a Promotora e uma reclamação amigável ao proprietário do estabelecimento comercial que prometeu tomar as devidas providências para que casos semelhantes não se repetissem.

Não imagino nem vou procurar saber que “providências” seriam essas, mas espero que entre elas esteja a requalificação das pessoas que dão atendimento na loja, sejam funcionários ou prestadores de serviços ligados a fornecedores. Neste sentido, damos a nossa contribuição com a criação de mais uma camiseta da Campanha #SORRIA, Eu Sou O Cliente! com os seguintes objetivos:



- Fazer uma trollagem com o Mau Atendimento devolvendo a injúria com um Sorriso;

- Arrecadar fundos para o i2 – instituto integrum, que serão utilizados na formação e qualificação de Jovens Varejistas e Empreendedores. Toda renda obtida com a venda das Camisetas e 100% dos royalties da venda dos livros e e-books será revertida para o cumprimento da missão do i2:

“Prover a Inclusão Social, o Desenvolvimento Sustentável e garantir a Autonomia Econômica de Jovens e Empreendedores”.

Assim, retribuiremos a infâmia e o mau atendimento com um sorriso, porque sorrir, ainda, é o melhor remédio e eu continuo sendo o Cliente!  


Vital Sousa
i2 - instituto integrum

Comentários

Os Mais Lidos Da Semana!

FLASH 4.0 - Consultoria Relâmpago

  FLASH 4.0 - Consultoria Relâmpago para deixar a sua Loja pronta para o Novo Normal, com Qualidade, Rentabilidade e Efetividade Operacional. Se você está lendo esta postagem, seguramente compartilhamos da mesma paixão pelo Varejo. Agora, gostaria da sua avaliação para este novo modelo de Consultoria que economiza tempo e dinheiro. Estou falando de uma Auditoria de Qualidade , com o objetivo de Qualificar a(s) sua(s) loja(s) para entregar Excelência no Atendimento à Diversidade de Clientes no Ponto de Vendas . A Auditoria tem 4 Módulos , que, livremente, poderão ser contratados, para atender as suas reais necessidades.   Direto ao ponto, porque tempo é dinheiro, me coloco a sua disposição para esclarecer qualquer dúvida sobre a Proposta, para entregarmos, com segurança, um Serviço de Valor e Qualidade Diferencial , compatível com o caráter e a cultura de nossas Empres O Flash 4.0 é uma Auditoria de Qualidade ; uma “tomografia” do Ponto de Vendas para corrigir defeitos e qual

FALA Varejista! PodCast.Sem56 - "Marketing de Experiência - Parte 3"

Numa Parceria de Fix Tecnologia, Gustavo Sobreira Advogados Associados, Realiza Business e VTL Marketing e com o Apoio de Casa Primor, JAZAM Alimentos e Rações VittaMax , iniciamos mais uma Transmissão do... FALA Varejista! PodCast Transmissão 56 – “Marketing de Experiência – Parte 3” FALA Varejista! “Existe Marketing de tudo e para tudo porque, como sempre repetimos, tudo é Marketing e Marketing é tudo: simples assim.” Dando continuidade à Série de 5 Semanas falando sobre Marketing de Experiência , nesta terceira transmissão falaremos sobre os 5 Tipos de Experiência . Vamos destacar as características de cada Experiência e contextualizar com um exemplo prático no Ponto de Vendas, para maior clareza da situação. 1. Sentidos Experiências proporcionadas através dos 5 Sentidos , o chamado Marketing Sensorial , são utilizadas desde os primórdios do Varejo. A Experimentação é uma poderosa estratégia de Marketing e Vendas. No Ponto de Vendas, cheirinho de pão fresquinho ou de um cafezi

Rally M+is - Transamazônica

"Falar é fácil, quero ver fazer!" Partindo de Cabedelo (PB) Quantas vezes você já ouviu esta frase, todas as vezes que você teve uma ideia inovadora; todas as vezes que você pensou em fazer algo, realmente, inovador, diferente? Quantas vezes diante, da descrença das pessoas, você vacilou e desistiu? Nós não desistimos! Amadurecemos nossa ideia até o ponto de ser colhida, até o ponto ideal para ser colocada em prática, até a hora de Agir! Nossa ideia pode até parecer uma completa loucura, uma insensatez, mas foi pensada e planejada nos seus mínimos detalhes: detalhes Bons e Ruins, Ações e Reações, Atitudes e Consequências, Forças e Fraquezas, Oportunidades e Ameaças, o Que, Onde, Porque, Quem, Como, Quando, Quanto... Planejamento concluído e exaustivamente testado e aprovado chegou a hora da Ação! Sem esquecer que a vida do Empreendedor é (ou, necessariamente, deveria ser) um eterno looping de PDCA: Planejar, Desenvolver, Controlar, Ajustar, Planejar...