Pular para o conteúdo principal

iMOB: Quarteto Fantasticão - Experimentação



Completando a descrição dos elementos da Cultura de Atendimento Diariamente Demonstrável, Diferente e Incrivelmente Fantástica – CADIF, vamos falar da Experimentação. Lembramos que tratamos dos outros três elementos (Iluminação, Comunicação e Exposição) no Artigo iMOB: Acessibilidade no Varejo.

            Experimentação é a filha mais ilustre do Marketing Sensorial (Brand Sense) e por isso merece um Artigo exclusivo. Por isso e por ela ser a Ultra-Mega-Hiper-Super Poderosa estratégia de atração e retenção de Clientes nos pontos de Vendas físicos e até mesmo virtuais. Este tema, de forma ampla, já foi abordado no Artigo Marketing Sensorial – Brand Sense. Neste Artigo, especificamente, queremos direcionar nossa conversa para o viés da Acessibilidade, falando da experimentação para PcDs e PMRs com foco no Atendimento à Diversidade. Faremos isso utilizando um equipamento (processo) de extrema importância para a experimentação o Provador. Mas antes quero fazer um parêntesis com relação a impossibilidade de PcDs e PMRs delegarem suas percepções sensoriais para OUTRA pessoa, para exercer seus direitos de escolhas, suas opções de aroma, toque e paladar.
  
            Imagine-se fazendo compras por outra pessoa. Não PARA outra pessoa, mas POR outra pessoa. Imagine-se dazendo escolhas com percepções delegadas. Escolhendo uma roupa pelo efeito que ela provoca no toque da pele de outra pessoa; escolhendo qualquer alimento pelas sensações provocadas nas papilas gustativas de outra pessoa; escolhendo um perfume pelo aroma que ele desperta no contato com a pele de outra pessoa... Impossível. Acredito que você concordará que esta é uma tarefa impossível. Cada ‘toque, gosto ou aroma desperta sensações únicas em cada pessoa, pelo simples fato de todos sermos pessoas DIFERENTES! Neste ponto encontramos a convergência entre Acessibilidade e o Atendimento à Diversidade, pois no tocante ao Marketing Sensorial somos todos DEFICIENTES: não temos capacidade de delegar/compreender experiências sensoriais para/de outras pessoas.

            Voltamos ao Provador para defini-lo como qualquer e todo equipamento e/ou processo que promova experimentação de Produtos e Serviços. Vejamos alguns exemplos Provadores de Roupas e Calçados, Balcões e Bandejas de Degustação; Veículos de Test Drives, Amostras Grátis e mais uma infinidade de equipamentos, processos, serviços e produtos destinados à experimentação. Rapidamente vamos voltar às suas origens, lembrando as Feiras Livres e Mercados onde pequenas porções de Frutas, Laticínios, Doces, Bolos e Salgados são oferecidos aos Clientes, como pequenas provas dos tributos de qualidade dos mesmos, para atraí-los e fazê-los despertar o interesse pelo produto e compra-lo. Este é o objetivo da experimentação provocar uma compra direta ao consumidor final do produto ou serviço.

Entretanto, se PcDs e PMRs não têm acesso aos Produtos ou Serviços, como vender PARA eles?



A solução para esta questão está na Acessibilidade focada no Atendimento à Diversidade. A adaptação de pontos de vendas pelos elementos do Quarteto Fantasticão, além de ser uma Ação de Engajamento Social é uma poderosa estratégia de Diferenciação. Num mercado de concorrência acirrada, oferecer Acessibilidade é uma saída para a mesmice e a guerra de preços.

A experimentação requer Provadores; Provadores precisam ser acessíveis; Acessibilidade gera Diferenciação; Diferenciação gera Rentabilidade!



O maior desafio do Varejo é vender mais para os mesmos Clientes. Uma alternativa para este desafio é vender mais para novos Clientes, Clientes DIFERENTES, isto é todos os Clientes possíveis colocados no funil da concorrência.



Quando propomos Acessibilidade com foco no Atendimento à Diversidade, através de soluções simples de baixo investimento, estamos falando de poderosas estratégias de Diferenciação. Estamos falando de rentabilidade e sustentabilidade. Clientes DIFERENTES pode ser a salvação do seu Ponto de Vendas... PENSE NISSO!!!


Vital Sousa
i2 – instituto integrum

Os Mais Lidos Da Semana!

O Sorriso do Coringa

Lá pela segunda metade dos anos 80, depois de um “papo cabeça” com um psicanalista, passei de “Yuppie Carrancudo” para “Grunge Sorridente”. Os colegas diriam que por culpa da crise dos trinta, eu, melhor dizendo, diria que "graças" à crise dos trinta. Aceitei o conselho do profissional recomendado para acompanhar algumas mudanças na vida pessoal e profissional. Na época o termo ainda não virara moda, mas passei por um processo de Coaching de Carreira. O conselho, segundo o profissional, deveria resolver metade dos meus problemas... WOW!!! Um conselho bastante tentador, impossível de não ser acatado, pelos resultados prometidos e também pela simplicidade: - Sorria. Metade dos seus problemas vão sumir... Sorria!!! À primeira vista o conselho era muito fácil de ser seguido, afinal quem não sabe sorrir, sorrir é algo natural, sorrir é o melhor remédio para tudo... Porque eu não havia pensado nisso antes? Precisei gastar uma grana preta para descobrir o óbvio? Ao inv

10 Perguntas Demolidoras

Ter uma Excelente ideia não basta. É preciso saber vender o seu peixe, a qualquer momento que seja preciso. Todo Empreendedor tem a obrigação de conhecer o seu Negócio nos mínimos detalhes. Isso é importante para Vender a ideia e para a gestão do negócio. Todo Empreendedor tem a obrigação de responder, e responder certo, estas 10 perguntas sobreo seu Negócio. A Young Entrepreneur Council fez uma lista com 10 questões que todos os investidores querem saber do dono de um negócio. Encarar um grupo de investidores é uma tarefa que exige muita preparação do empreendedor. Se ele quiser conquistar aquele aporte ou investimento para sua startup ou empresa, terá de responder com segurança a todas as dúvidas de seus inquisidores. Não são perguntas fáceis. Qualquer deslize na explicação do negócio ou desconhecimento de algum detalhe da operação pode custar o tão sonhado capital. Para ajudar os empresários nesse momento de tensão, os diretores do Young Entrepreneur Council, uma as

PROCURA-SE: Consultor de Varejo

CONSULTOR DE VAREJO (CNPJ / MEI)  Para compor Equipe de Plataforma Omnicanal de Desenvolvimento Humano Organizacional , buscamos profissionais com Graduação em Administração e/ou Marketing com desejável Especialização em Finanças e Controladoria e/ou Gestão de Pessoas; COM ou SEM Experiência em Operação de Loja, mas com necessária experiência como Facilitador de Treinamentos Operacionais e Gerenciais.  O Profissional deverá compor o Quadro de Consultores da VTL Marketing, sendo co-responsável pelo desenvolvimento dos Treinamentos e Cosultorias na sua área de atuação.  Oferecemos Excelente Ambiente de Trabalho + Honorários + Comissões + Participação nos Lucros.  Perfil Empreendedor; Fã / Praticante de Rally; Espírito de Aventura e Disponibilidade para viagens de média (meses) duração no Norte / Nordeste são diferenciais que completam o Perfil dos Profissionais que buscamos.  Interessados deverão enviar Currículo para vtlmarketing4.0@gmail.com e destacar no assunto a área de a