Pular para o conteúdo principal

Somos Todos Palhaços!


Hoje tem marmelada? Tem sim Senhor! Hoje tem goiabada? Tem sim Senhor! Hoje tem espetáculo? Tem sim Senhor! E o Palhaço o que é? É ladrão de Mulher? A alegria do Palhaço é ver o Circo pegar fogo? Quem é o Palhaço? As respostas para estas perguntas residem no íntimo de cada expectador, no íntimo de cada palhaço que há em nós. Aos expectadores deixo, apenas, um conselho: não se deixe levar pelas aparências, não se deixe “flutuar”!

Para não deixar perguntas flutuando no ar, vou utilizar a resposta de outro palhaço, aliás, um grande palhaço que vive indo e voltando à minha mente com suas loucuras geniais e suas realidades fantásticas, assim como vemos nossa própria realidade, léguas à frente de nossos narizes de palhaço.

“O palhaço não sou eu, mas sim esta sociedade monstruosamente 
cínica e tão ingenuamente inconsciente que joga o jogo da 
seriedade para melhor esconder a loucura.” 

[Salvador Dali]


Vem, vamos flutuar?

Já pensou no tipo de palhaço que está no fundo da sua alma, que se mostra atrás do sorriso cínico, do siso hipócrita ou da “boca escancarada cheia de dentes” que nos chama para flutuar? Do que você se alimenta? Dos sorrisos sinceros da plateia? Das falsas promessas de maravilhas que te esperam? Você é feito de palha e se esconde com medo da chuva, com medo do vento, com medo do fogo? Como você usa a roupa de palhaço? Para externar seu ridículo, sua ingenuidade e manter sua seriedade? Ou você se esconde atrás da palha para se alimentar do medo e vencer os medrosos?

Não se deixe flutuar!

Diga a verdade, mesmo que seja dita de brincadeira. Nosso palhaço interior clama por liberdade. Despido da palha, mantenha o riso, abandone o hipócrita siso e jamais deixe de ser palhaço. Jamais deixe de escancarar a verdade. A sua verdade. Seja extravagante, absurdo, surpreendente, provocador, anarquista, infantil, desajeitado e desastrado, mas acima de todos os estereótipos conquiste a plateia com sua criatividade. Liberte o lirismo do seu palhaço interior, não interprete: seja o palhaço. Viva a divina comédia humana.

Soltar os demônios ou dar asas para as verdades que não dizemos de cara limpa – mesmo que a máscara seja transparente – é o papel mais dignificante do palhaço. Amenizar a crueza do dia-a-dia; transformar em sorrisos nossa insignificância diante do universo; revelar, em comédia, a hipócrita tragédia das relações humanas. O palhaço não é ladrão de mulher, é a mulher que se deixa roubar. A alegria do palhaço não é ver o circo pegar fogo, o circo é sua vida, o seu palco, o lugar onde o homem e o personagem tornam-se um só. O palhaço é o medo que nos devora; é a nossa coragem personificada; nosso canto de liberdade; nosso brado contra nossas personalidades risíveis.

Para encerrar, um pensamento pertinente para destacar a divisão entre palhaços e críticos:

"Todos nós vamos morrer, que circo! Só isso deveria fazer com que 
amássemos uns aos outros, mas não faz. Somos aterrorizados e 
esmagados pelas trivialidades, somos devorados por nada."

[Charles Bukowski]

Liberdade! Clamemos por liberdade para expressarmos o palhaço que há em cada um de nós... Pense nisto!!!


Vital Sousa
integrum Consultoria

Os Mais Lidos Da Semana!

A Cartilha do ABC

Há alguns dias li uma notícia, num site sobre empreendedorismo, que uma empreendedora havia alcançado sucesso em seu negócio com uma inovação: ela estava produzindo sapatos ao gosto do Cliente, isto é: customizados ou personalizados ou, ainda, taylor made – sob medida.
- Como é que é?! Inovação!? Mas quando!?
Sou do tempo que sapatos, roupas, chapéus, joias e outros acessórios e adornos eram confeccionados sob medida e encomenda dos Clientes, então, para mim, esta empreendedora não está inovando: está fazendo o que é bastante comum no mundo da moda: voltando ao passado; fazendo uma releitura de um processo de produção. Não vou me aprofundar neste “revival” calçadista, porque a leitura da noticia me inspirou a fazer minha própria “inovação”: uma Cartilha do ABC para ensinar empreendedores e varejistas o “bê-a-bá” da Gestão de Estoques, Vendas Clientes, Cobrança, Capital de Giro e o fundamental Fluxo de Caixa. A Cartilha do ABC é uma ferramenta gerencial que serve para isso e muito mais.
C…

O Sorriso do Coringa

Lá pela segunda metade dos anos 80, depois de um “papo cabeça” com um psicanalista, passei de “Yuppie Carrancudo” para “Grunge Sorridente”. Os colegas diriam que por culpa da crise dos trinta, eu, melhor dizendo, diria que "graças" à crise dos trinta. Aceitei o conselho do profissional recomendado para acompanhar algumas mudanças na vida pessoal e profissional. Na época o termo ainda não virara moda, mas passei por um processo de Coaching de Carreira. O conselho, segundo o profissional, deveria resolver metade dos meus problemas... WOW!!! Um conselho bastante tentador, impossível de não ser acatado, pelos resultados prometidos e também pela simplicidade:

- Sorria. Metade dos seus problemas vão sumir... Sorria!!!
À primeira vista o conselho era muito fácil de ser seguido, afinal quem não sabe sorrir, sorrir é algo natural, sorrir é o melhor remédio para tudo... Porque eu não havia pensado nisso antes? Precisei gastar uma grana preta para descobrir o óbvio? Ao invés de ficar zan…

10 Perguntas Demolidoras

Ter uma Excelente ideia não basta. É preciso saber vender o seu peixe, a qualquer momento que seja preciso. Todo Empreendedor tem a obrigação de conhecer o seu Negócio nos mínimos detalhes. Isso é importante para Vender a ideia e para a gestão do negócio. Todo Empreendedor tem a obrigação de responder, e responder certo, estas 10 perguntas sobreo seu Negócio.
A Young Entrepreneur Council fez uma lista com 10 questões que todos os investidores querem saber do dono de um negócio.
Encarar um grupo de investidores é uma tarefa que exige muita preparação do empreendedor. Se ele quiser conquistar aquele aporte ou investimento para sua startup ou empresa, terá de responder com segurança a todas as dúvidas de seus inquisidores.
Não são perguntas fáceis. Qualquer deslize na explicação do negócio ou desconhecimento de algum detalhe da operação pode custar o tão sonhado capital. Para ajudar os empresários nesse momento de tensão, os diretores do Young Entrepreneur Council, uma associação mundial de…