Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Pontos Fortes, Pontos Fracos: diga a Verdade!!!

Você está numa Entrevista de Emprego e chega a hora de falar sobre suas Fraquezas, suas Debilidades, Pontos Francos em sua Formação Acadêmica, Trajetória Profissional... E Agora? Como falar de seus pontos fracos numa entrevista de emprego? Recomendo uma única postura nesse momento: fale a verdade!!! Não é uma questão de arrogância. Muitos candidatos acham difícil falar sobre seus pontos fracos numa entrevista de emprego simplesmente porque não têm autoconhecimento suficiente. Na opinião de Claudia Troca, gerente da consultoria Robert Half, ficar em silêncio ou mencionar qualidades disfarçadas de defeitos - como se o único problema fosse ser dedicado demais ao trabalho, por exemplo - não significa que você seja cego às suas próprias limitações. “Se a pessoa hesita ou precisa recorrer a clichês, o que nos mostra é que não sabe muito sobre si mesma”, afirma ela. “Perfeccionista” e “workaholic", aliás, são palavras que a recrutadora mais ouve da boca dos candida

Protesto ou Mea Culpa???

O mar não está para peixe ou como dizia o Presidente Collor: "Quem não tem competência não se estabelece" . Reclamar, simplesmente reclamar, não leva a nada. Ir até as últimas consequência de um empreendimento é uma decisão particular. Viralizando na Net um exemplo claro do que digo. Em um dos locais de maior movimento do comércio, o shopping Porto Geral, O Rei dos Anéis sofreu uma queda de 60% nas vendas desde o início do ano. É fácil observar, em um passeio a pé pelas ruas paulistanas, que cresce dia a dia o número de pontos comerciais que cerraram as portas, até mesmo em regiões onde circulam consumidores com maior poder aquisitivo. Locais normalmente abarrotados de gente, como a região da Rua 25 de Março, no centro da cidade, surpreendem atualmente pela redução do movimento de pedestres. Um lojista decidiu expor sua situação com uma placa na vitrine. Quem circulou na última sexta-feira (20/06) no shopping Porto Geral, localizado na ladeira homônima, p

Varejo Virtual 3-D

A Tecnologia da Informação, definitivamente, tornou-se a nova Dimensão do Varejo Mundial. É inimaginável o varejo sem os recursos tecnológicos aplicados no Atendimento e em CRM. Dentro deste universo, uma nova onda ganha volume: a Realidade Virtual ou Realidade Aumentada. Uma onda que pode transformar a Cultura de Atendimento e interação com os Consumidores. Vamos imaginar um um consumidor na França ligando um aparelho de realidade virtual e se vê transportado para o frenesi de uma rua em Manhattan, entra numa loja de alto padrão para ver candelabros de cristal, uma espreguiçadeira com pele de carneiro e calças de luxo. A realidade virtual, a tecnologia panorâmica com raízes em jogos, está sendo adaptada para consumidores do varejo até o ano que vem, buscando combinar a facilidade do comércio eletrônico com a sensação de compras na vida real. A agência de marketing SapientNitro, controlada pela Publicis, trabalhou com a boutique de luxo The Line para desenvolver uma de

Entrevista: a hora H!

- Fique tranquilo! - Fale a verdade! - Seja proativo! A Entrevista, assim como os testes psicológicos, são tidos como os “bichos papões” do processo de Recrutamento & Seleção e realmente são. Neste processo, nos dois lados da mesa, há uma fase de preparação que não pode e não deve ser delegada à experiência: cada entrevista é um momento único para os dois lados – Entrevistado e Entrevistador. As dicas que encabeçam este artigo servem para os dois lados. Ambos devem estar conscientes que estão iniciando a construção de um relacionamento que poderá ser para toda a vida: de um, de outro ou de ambos. Experiências, boas e más, marcam a vida pessoal e profissional das pessoas. Então, façamos que nossas lembranças sejam boas histórias para contar na nossa aposentadoria. Não psicólogo, escrevo como Gestor de Pessoas que – estando dos dois lados da mesa - já realizou centenas de entrevistas de emprego, para promoção e para desligamento de pessoas. Nenhuma delas foi um

Silas, Respeita O Boticário!

Independente de suas crenças religiosas, algo que não se pode admitir é a falta de respeito. Neste caso específico, o respeito à liberdade de expressão. A propaganda é o elo de ligação entre o produto e o consumidor. Identificar-se com a marca, o produto ou a empresa é opcional, assim como assistir um canal de televisão. Se você não concorda com a mensagem, mude de canal. Respeite os direitos dos outros. A mais nova polêmica a ir parar no CONAR é o comercial de O Boticário do Dia dos Namorados, apresentando "casais" com um convite:  " entregue-se às 7 tentações de Egeo e tenha momentos inesquecíveis". Na linha de raciocínio desta nota, um comercial belíssimo que respeita a liberdade de expressão e a diversidade. retratando o tema com delicadeza e extremo bom gosto, o comercial dignifica a marca e sua proposta de ser um diferencial no relacionamento de casais, independente de gêneros, orientações e preconceitos. Veja o vídeo... No país da miscige

Somos Todos Palhaços!

Hoje tem marmelada? Tem sim Senhor! Hoje tem goiabada? Tem sim Senhor! Hoje tem espetáculo? Tem sim Senhor! E o Palhaço o que é? É ladrão de Mulher? A alegria do Palhaço é ver o Circo pegar fogo? Quem é o Palhaço? As respostas para estas perguntas residem no íntimo de cada expectador, no íntimo de cada palhaço que há em nós. Aos expectadores deixo, apenas, um conselho: não se deixe levar pelas aparências, não se deixe “flutuar”! Para não deixar perguntas flutuando no ar, vou utilizar a resposta de outro palhaço, aliás, um grande palhaço que vive indo e voltando à minha mente com suas loucuras geniais e suas realidades fantásticas, assim como vemos nossa própria realidade, léguas à frente de nossos narizes de palhaço. “O palhaço não sou eu, mas sim esta sociedade monstruosamente  cínica e tão ingenuamente inconsciente que joga o jogo da  seriedade para melhor esconder a loucura.”  [Salvador Dali] Vem, vamos flutuar? Já pensou no tipo de palhaço que está no