Pular para o conteúdo principal

Viajando com o Inimigo


“Quando vires um homem bom
Tenta imitá-lo; quando vires um
homem mau, examina-te a ti mesmo.”
[Confúcio]


Desde o início do planejamento para o Rally M+is – Transamazônica, a ideia de viajar de carona me pareceu uma solução óbvia para reduzir os custos da viagem, da mesma forma que eram óbvias as implicações e risco “bilateral”. Certamente eu não ia contar com algum aplicativo de caronas ou mesmo uma central de informações ou, ainda, agenciamento das disponibilidades desta modalidade de transporte alternativo.

Dar carona é um ato de fé; de crença na bondade do ser humano. É, sem sombra de dúvida, uma entrega de confiança mútua: os riscos estão dos dois lados da boleia. Tenho plena consciência disso pois sempre fui adepto da carona: sempre dei ou peguei carona desde a época de adolescente. Outro fator que sempre tive consciência era do fato de que se de um lado existe a solidariedade, do outro lado existe a desconfiança e a falsa percepção de que todo carona é um marginal. Neste aspecto, qualquer pessoa que se aventure nas estradas a pedir carona é, imediatamente, equiparada a ladrões e prostitutas, para dizer o mínimo.

Assim, no “trecho”, para usar uma expressão da estrada, não há porque estranhar ou sentir-se indignado quando alguém te olha de forma estranha ou desconfiada ou até mesmo coloca em palavras suas suspeitas. Hão há o que reclamar; não há o que ofender-se. Muito pelo contrário, neste caso, reafirmo minhas convicções sobre o sistema de transporte e a responsabilidade bilateral, afinal, as duas partes colocam suas vidas nas mãos um do outro.

No outro lado da moeda está o risco do álcool e das drogas consumidas em larga escala por boa parte dos caminhoneiros. Não é difícil encontrar profissionais do volante visivelmente embriagados ou drogados segurando um volante: aqui o risco é do carona.

Há inimigos dos dois lados da boleia, felizmente eu só encontrei profissionais de verdade, caminhoneiros que se orgulham da sua profissão e não se “sujam” por qualquer besteira. Caminhoneiros a quem posso, sem reservas, chamar de irmãos. Pelas histórias de cada um deles; pela curta parceria nos trechos viajados; pela contribuição ao nosso projeto; valeu a pena a nossa homenagem a um caminhoneiro chamado João. Neste caso, é pertinente a lembrança de um de suas frases prediletas: “Prudência e papa de aveia nunca fizeram mal a ninguém”. Então, a entrega fica para os dois lados da boleia e vamos em frente!



[Sousa, Vital. Empreendimento Sem Fim. Recife, 2015]

Os Mais Lidos Da Semana!

10 Perguntas Demolidoras (AP-InCo)

Ter uma Excelente ideia não basta. É preciso saber vender o seu peixe, a qualquer momento que seja preciso. Todo Empreendedor tem a obrigação de conhecer o seu Negócio nos mínimos detalhes. Isso é importante para Vender a ideia e para a gestão do negócio. Todo Empreendedor tem a obrigação de responder, e responder certo, estas 10 perguntas sobreo seu Negócio.
A Young Entrepreneur Council fez uma lista com 10 questões que todos os investidores querem saber do dono de um negócio.
Encarar um grupo de investidores é uma tarefa que exige muita preparação do empreendedor. Se ele quiser conquistar aquele aporte ou investimento para sua startup ou empresa, terá de responder com segurança a todas as dúvidas de seus inquisidores.
Não são perguntas fáceis. Qualquer deslize na explicação do negócio ou desconhecimento de algum detalhe da operação pode custar o tão sonhado capital. Para ajudar os empresários nesse momento de tensão, os diretores do Young Entrepreneur Council, uma associação mundial de…

De Volta ao Futuro! (AP II)

O Reveillon é um momento de luzes e cores: o branco da paz; o amarelo da prosperidade; o azul da harmonia; o verde da saúde; o laranja da vitalidade - esta deveria ser  a minha cor favorita; o vermelho da paixão... Um verdadeiro arco-íris de desejos e felicitações para um ano que se inicia, iluminado pelas luzes dos fogos de artifício e ao som do hit do dia: Vai Malandra!
No meio dessas "ondas" uma foto em preto e branco grita aos quatro ventos e aos quatro cantos da world wide web. Através de um post transversal nas redes sociais, alguém publica uma foto do fotógrafo Lucas Landau, que me conecta, imediatamente, com os versos de um hai kai...
"Pinto meu rosto Para me ver exposto, Sonhar em cores."
... Que, para mim, traduzem o "grito" do menino à beira mar com os olhos refletindo os fogos de artifício. Meu primeiro ímpeto é perguntar, como se ele me escutasse, "Você tem fome de que?"; "Você tem sede de que?" Porque você dá as costas à todas…

PROCURA-SE: Consultor de Varejo

CONSULTOR DE VAREJO (FREELANCER - CNPJ / MEI)

Graduação em Administração e/ou Contábeis e/ou Psicologia, com desejável Especialização em Finanças e Controladoria e/ou Gestão de Pessoas e/ou Marketing; COM ou SEM Experiência em Operação, mas com necessária experiência como Facilitador de Treinamentos Operacionais e Gerenciais.
O Profissional deverá compor o Quadro Societário (Opcional) da integrum Consultoria, sendo co-responsável pelo desenvolvimento dos Treinamentos da sua área de atuação. 
Oferecemos Excelente Ambiente de Trabalho + Honorários + Comissões + Participação nos Lucros.
Empreendedor; Fã / Praticante de Esportes Radicais; Espírito de Aventura e Disponibilidade para viagens de média duração no Norte / Nordeste são diferenciais que completam o Perfil dos Profissionais que buscamos.
Interessados deverão enviar Currículo para sousa.vital@gmail.com e destacar no assunto a área de atuação: CONSULTOR DE VAREJO
Maiores informações com:

Vital Sousa integrum Consultoria +81 9 9851.6174 / 9 …