Pular para o conteúdo principal

Liderança Situacional Sistêmica


Todos querem Comprometimento, todos querem Engajamento, todos querem colaboradores Motivados, todos querem Equipes de Alto Rendimento... Mas, quanto se preocupam, verdadeiramente, com as Condições de Trabalho, com o Clima Organizacional, com as Pessoas Certas nos Lugares Certos, com Pessoas que pensam em Pessoas? Acredito que os Resultados tenham a prioridade nesta lista de situações. Resultados como Objetivo e não como Consequência de um trabalho bem feito. Resultado pelo Resultado: simples assim.

Não sou contra os Resultados, nem os que o buscam determinadamente, afinal eu estou entre eles. O Lucro não é um "Pecado". Mas, lembrando um lugar comum, o único lugar em que o Resultado vem antes do Trabalho é no Dicionário.

Se você quer Comprometimento, Engajamento, Motivação e uma Equipe de Alto Rendimento, "fora da curva", aprenda a Liderar. Aprenda a conviver com a Liderança Situacional Sistêmica.


"Com talento, ganhamos partidas. Com "trabalho de equipe", paixão 
e inteligência, ganhamos campeonatos." 
[Michael Jordan]



Se você quer uma equipe de Alto Rendimento, prepare-se para lidar com a energia de pessoas inquietas e para ser muito exigido. Este é o ponto de convergência com a lista de "Desejos" que encabeça este artigo. O seu Aprendizado em Liderança Situacional Sistêmica deverá, necessariamente, estar focado em três passos:

Conhecer; Despertar; Ativar...

1 - Conhecer a equipe e promover o autoconhecimento de cada "elo da corrente" é, essencialmente, o primeiro passo para estabelecer um objetivo bem definido: as pessoas certas nos lugares certos. Uma meta que as pessoas considerem uma missão grandiosa. Equipes de Alta Performance adoram causas para defender;

2 - Despertar cada membro da Equipe para a consciência de que além das suas competências e das qualidades comuns aos bons times, como complementariedade, entrosamento e confiança é preciso gostar de desafios; fazer o melhor sempre - "o que precisa ser feito, precisa ser muito bem feito"; pensar em 3-D: Diariamente, Demonstrável e Diferente;


3 - Ativar as competências de Liderança Situacional Sistêmica que inspiram a Equipe. Líder que desenvolve Líderes que além de defenderem a causa e gostarem do desafio, transpirem uma "insatisfação pessoal permanente". Líderes de Atitude, de Ação, que saibam, por melhores que sejam os resultados, que podem fazer melhor, a começar por seu próprio desempenho.

Pressupondo que o primeiro passo foi dado com segurança, chamo a atenção para o segundo passo: Despertar, isso, Despertar, não Motivar. Motivação é externa e para transformar pessoas comuns em Líderes é preciso Despertar o que as fazem "fora da curva". Mobilizá-las em direção ao objetivo maior, neste momento já integrado ao seu DNA.

Para concluir, deixo um teste, um desafio para os que pretendem aprender a Liderar, os que pretendem enveredar pelos caminhos da Liderança Situacional Sistêmica. As imagens que ilustram este artigo, são um excelente exemplo de Mobilização; dos três passos que levam ao Resultado: Conhecer, Despertar, Ativar; da verdadeira essência da Liderança, como bem nos lembra Abraham Lincoln nesta célebre citação... 

"A maior habilidade de um líder é desenvolver habilidades 
extraordinárias em pessoas comuns."

Analise as fotos e encontre o seu caminho: dê o primeiro passo. Se precisar de ajuda, entre em contato: teremos prazer em servir!


Vital Sousa
integrum Consultoria

Os Mais Lidos Da Semana!

Rally M+is - Transamazônica

"Falar é fácil, quero ver fazer!" Partindo de Cabedelo (PB) Quantas vezes você já ouviu esta frase, todas as vezes que você teve uma ideia inovadora; todas as vezes que você pensou em fazer algo, realmente, inovador, diferente? Quantas vezes diante, da descrença das pessoas, você vacilou e desistiu? Nós não desistimos! Amadurecemos nossa ideia até o ponto de ser colhida, até o ponto ideal para ser colocada em prática, até a hora de Agir! Nossa ideia pode até parecer uma completa loucura, uma insensatez, mas foi pensada e planejada nos seus mínimos detalhes: detalhes Bons e Ruins, Ações e Reações, Atitudes e Consequências, Forças e Fraquezas, Oportunidades e Ameaças, o Que, Onde, Porque, Quem, Como, Quando, Quanto... Planejamento concluído e exaustivamente testado e aprovado chegou a hora da Ação! Sem esquecer que a vida do Empreendedor é (ou, necessariamente, deveria ser) um eterno looping de PDCA: Planejar, Desenvolver, Controlar, Ajustar, Planejar...

FALA Varejista! PodCast.Sem56 - "Marketing de Experiência - Parte 3"

Numa Parceria de Fix Tecnologia, Gustavo Sobreira Advogados Associados, Realiza Business e VTL Marketing e com o Apoio de Casa Primor, JAZAM Alimentos e Rações VittaMax , iniciamos mais uma Transmissão do... FALA Varejista! PodCast Transmissão 56 – “Marketing de Experiência – Parte 3” FALA Varejista! “Existe Marketing de tudo e para tudo porque, como sempre repetimos, tudo é Marketing e Marketing é tudo: simples assim.” Dando continuidade à Série de 5 Semanas falando sobre Marketing de Experiência , nesta terceira transmissão falaremos sobre os 5 Tipos de Experiência . Vamos destacar as características de cada Experiência e contextualizar com um exemplo prático no Ponto de Vendas, para maior clareza da situação. 1. Sentidos Experiências proporcionadas através dos 5 Sentidos , o chamado Marketing Sensorial , são utilizadas desde os primórdios do Varejo. A Experimentação é uma poderosa estratégia de Marketing e Vendas. No Ponto de Vendas, cheirinho de pão fresquinho ou de um cafezi

FALA Varejista! PodCast.Sem54 - "Marketing de Experiência - Parte 1"

Numa Parceria de Gustavo Sobreira Advogados Associados, Realiza Business e VTL Marketing e com Apoio de Casa Primor, JAZAM Alimentos e Rações VittaMax, iniciamos mais uma Transmissão do... FALA Varejista! “Existe Marketing de tudo e para tudo porque, como sempre repetimos, tudo é Marketing e Marketing é tudo: simples assim.” A partir desta transmissão iniciamos a Série de 5 Semanas falando sobre Marketing de Experiência , então sem blá-blá-blá, sem embromation, direto ao ponto, o que é Marketing de Experiência? Certamente vocês já ouviram falar de Marketing Estratégico, Marketing Pessoal, Marketing Político, Marketing de Guerrilha, Marketing Digital, Neuro Marketing, Inbound Marketing, Endo Marketing, VTL Marketing , etc, etc... Misturando tudo isso, passamos pelo Marketing de Relacionamento , para criar um caso de amor com seus Clientes, como dizia Kotler, pelo Marketing Sensorial , para usar todos os sentidos – tato, olfato, visão, audição e paladar – para atrair e reter mais Cl