Pular para o conteúdo principal

Associativismo no Varejo


“A união faz a força”. Essa máxima do Associativismo / Cooperativismo deu origem a uma discussão no Twitter sobre esta atividade no Varejo Alimentar - segmento onde proliferam Redes de Cooperação Empresarial, Cooperativas e Associações. Nos últimos anos, temos atuado nessa área em várias iniciativas. Contando com a experiência de Vendas e Atendimento a essas Redes, somamos mais de duas décadas de vivência com esses Players.

Resumir o trabalho dessas duas décadas em alguns tweets, assim como oferecer uma receita definitiva para esta atividade seria impossível, mas registrei o que considero a matriz para o desenvolvimento de qualquer discussão sobre o tema. A ideia foi levantar alguns pontos estratégicos, tanto na constituição quanto na gestão das Associações, para fomentar reflexão sobre o tema e ampliar, com esses insights, um processo estruturado, um ponto de partida em brainstorms, para facilitar e objetivar futuras discussões sobre o tema.

Manteremos o formato dos tweets para mapear o nosso passo-a-passo e possibilitar o desenvolvimento de discussões sobre cada um deles, aprofundando a análise conjuntural de cada iniciativa, adequando-os aos seus respectivos ambientes.

A UNIÃO FAZ A FORÇA. A máxima do Associativismo, em alguns casos, bem q poderia ser reescrita facilmente para: A UNIÃO se FAZ À FORÇA.

À FORÇA, no caso, seria de MUITA MOBILIZAÇÃO. Embora haja demanda, na maioria dos casos falta LIDERANÇA e a iniciativa MORRE NA PRAIA!!!

LIDERANÇA no caso seria alguém/alguma instituição que representasse anseios dos futuros 'associados' de forma TRANSPARENTE e ISENTA.

TRANSPARÊNCIA cria-se com Estrutura Organizacional Participativa, onde a OPINIÃO DE TODOS é ouvida e as DECISÕES da maioria LEGÍTIMAS.

ISENÇÃO cria-se com INSTRUMENTOS de CONSTITUIÇÃO claros construídos, em assembléia, com a participação de todos. Um ESTATUTO é a Base.

Um ESTATUTO q defina CLARAMENTE as RELAÇÕES ENTRE OS ASSOCIADOS e d ASSOCIAÇÃO com o Mercado, bem como REGIMENTO INTERNO se COMPLETAM.

A DIREÇÃO precisa estar nas mãos dos ASSOCIADOS: DIRETORIA, CONSELHO DE ÉTICA, CONSELHO FISCAL. A GESTÃO deve estar com a COMPETÊNCIA.

COMPETÊNCIA se faz com FORMAÇÃO e EXPERIÊNCIA. Se necessário o INVESTIMENTO (recursos próprios) em um GESTOR não deve ser DESCARTADO.

FOCO, FOCO em RESULTADOS. Desde a constituição todos devem estar voltados a responder a seguinte pergunta: O QUE EU GANHO COM ISSO???

TRANSPARÊNCIA + ISENÇÃO + COMPETÊNCIA + GESTÃO + FOCO EM RESULTADOS = MEIO CAMINHO ANDADO no Desenvolvimento Sustentável d'Associação.

Um ponto que considero de extrema importância para o desenvolvimento da discussão é o esclarecimento dos conceitos básicos de Escala e Associativismo. Se tivermos Escala podemos negociar direto com produtores e ganhar em preço e qualidade. Mas se somos pequenos precisamos nos associar. Colocando o Associativismo como modelo estratégico de negócio, temos que pensar de forma sistêmica: aqui a escala tem que ser alcançada em extensão e profundidade dentro da cadeia de suprimento. O Associativismo voltado, apenas, para o "Marketing" - modelo da maioria das chamadas Centrais de Compras - não é estratégico nem sustentável.

 Embora venha se apresentando como solução para a sobrevivência do pequeno / médio varejo - principalmente alimentar: palco dos maiores varejistas do mundo - os resultados podem ser considerados pequenos, se tomarmos o tamanho do mercado, e os avanços tecnológicos (processos) são pífios. Mas essa é outra grande discussão!


Vital Sousa
integrum Consultoria

Os Mais Lidos Da Semana!

PROCURA-SE: Consultor de Varejo

CONSULTOR DE VAREJO (CNPJ / MEI)  Para compor Equipe de Plataforma Omnicanal de Desenvolvimento Humano Organizacional , buscamos profissionais com Graduação em Administração e/ou Marketing com desejável Especialização em Finanças e Controladoria e/ou Gestão de Pessoas; COM ou SEM Experiência em Operação de Loja, mas com necessária experiência como Facilitador de Treinamentos Operacionais e Gerenciais.  O Profissional deverá compor o Quadro de Consultores da VTL Marketing, sendo co-responsável pelo desenvolvimento dos Treinamentos e Cosultorias na sua área de atuação.  Oferecemos Excelente Ambiente de Trabalho + Honorários + Comissões + Participação nos Lucros.  Perfil Empreendedor; Fã / Praticante de Rally; Espírito de Aventura e Disponibilidade para viagens de média (meses) duração no Norte / Nordeste são diferenciais que completam o Perfil dos Profissionais que buscamos.  Interessados deverão enviar Currículo para vtlmarketing4.0@gmail.com e destacar no assunto a área de a

Rally M+is - TransNordestina

Rally M+is -  TransNordestina (Suape, PE - Pecém, CE) "O Rally da TransformAÇÃO" Apresentação / Propósito: O Rally M+is em sua IV Edição – Rally M+is – TransNordestina – estará focando suas expertises no Varejo Alimentar: origem da proposta de trabalho da VTL Marketing . Suas atividades estarão focadas no desenvolvimento e/ou ampliação do relacionamento dentro da Cadeia de Suprimento, além da Qualificação de Empreendedores e Operadores e Varejistas para enfrentar a R-Evolução 4.0 ; para trabalhar com foco na nova realidade do Varejo e do Novo Consumidor Omnicanal. O que eu ganho com isso? - Consumidores: MELHOR Atendimento, Preço, Qualidade, Variedade e Conforto; - Varejistas: MAIS Qualificação, Vendas, Gestão e Rentabilidade; - Transportadoras : MAIS Embarques, Precisão, Rapidez, Pontualidade e Eficiência; - Distribuidores: MAIS Mix, Giro, Clientes, Rentabilidade e Liquidez; - Indústrias: MAIS Vendas, Previsibilidade e Rentabilidade! O Roteiro: Neste mom

FALA Varejista! PodCast.Sem35 - "Consistência"

FALA Varejista!  “A Consistência é superestimada: os dispersos herdarão a terra... Quem viver verá.”  Falar de Consistência me faz lembrar um pudim: uma delícia e uma excelente analogia para tratar deste tema...  Nos meios empresariais, a Consistência pode ser definida como um conjunto de resultados que satisfazem as expectativas das organizações em qualquer processo; é a coerência; a firmeza de ponto de vista; a persistência...  Para Empreendedores , principalmente os que empreendem por necessidade e todos que estão diante de uma dificuldade, uma crise, o conceito de Consistência não faz o menor sentido; É neste contexto que digo que a Consistência é superestimada...  Para estes Empreendedores, minha recomendação é que não esperem até alcançar a Consistência para fazer o que deve ser feito. Esperar não leva ninguém a lugar nenhum.  Em momentos de incertezas e necessidade de decisões rápidas, recomendo que Empreendedores e Gestores avaliem suas melhores competências e habilidades