Pular para o conteúdo principal

O Cliente, ainda. é o Rei??!


Sempre que se fala em Atendimento ao Cliente, invariavelmente, duas menções são obrigatórias: Sam Walton e Stew Leonard. Não serei exceção: vamos reler estas menções e discutir um pouco sobre a aplicabilidade das mesmas à realidade dos nossos pontos de venda, principalmente, nas Pequenas e Médias Empresas das periferias dos grandes centros urbanos e nas Cidades do interior.

Comecemos com o famoso discurso de Sam Walton, fundador do Wal Mart – maior rede de varejo do mundo – fazendo a abertura de um programa de treinamento para seus funcionários.

”Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera, enquanto o garçom faz tudo, menos o meu pedido;
Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares;
Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal;
Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, ansiando por um sorriso ou esperando apenas ser notado;
Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranquilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos, e espera;
Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama pacientemente enquanto os funcionários trocam idéias entre si ou, simplesmente, abaixam a cabeça e fingem não me ver;
Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas. Engana-se. Sabe quem eu sou?
Eu sou o Cliente que nunca mais volta!
Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua firma. Quando fui lá, pela primeira vez, tudo o que deviam ter feito era apenas a pequena gentileza, tão barata, de me dar um pouco mais de cortesia. Clientes podem demitir todos de uma Empresa, do alto executivo para baixo, simplesmente gastando seu dinheiro em algum outro lugar.”

Agora, para ratificar as palavras do Sam Walton, vejamos as regras, gravadas na Pedra do Compromisso na entrada das lojas Stew Leonard's, popularizadas por Tom Peters.

Regra 1 - O Cliente está sempre certo!
Regra 2 - Se o Cliente estiver errado, aplique a Regra Nº 1.

Não esqueçamos que a Stew Leonard´s utiliza seu próprio nome, em forma de acróstico, como um lema, para transmitir os seus principais valores aos funcionários, fornecedores e clientes:

S - de Satisfazer o Cliente
T - de Trabalho em Equipe
E - de Excelência
W - de Wow!!! Do Cliente Encantado.

Tudo isto posto, divaguemos sobre a nossa realidade, como Clientes, de algum ponto de venda e imediatamente chegaremos à conclusão de que todos estes princípios e pressupostos estão longe de serem aplicados na prática do dia a dia na maioria dos estabelecimentos comerciais, em que pese a massiva inserção destes princípios em todos os meios de comunicação.

Como Cliente, enfatizo que são raras as ocasiões em que, num estabelecimento comercial, seja ele de que tipo for, sou tratado como um Rei. O Cliente Rei é outra expressão comumente utilizada e muito pouco aplicada na realidade.

Como Consultor de Negócios, reconheço que muito já foi feito. Mas, poucas são as Empresas que têm em seus pressupostos de criação, e as colocam em prática, as premissas de Atendimento ao Cliente que servem de preâmbulo a esta discussão. 

O que assistimos diariamente nos pontos de vendas é a qualificação da embromação na forma de “Marketing voltado ao Cliente”. Marketing aqui, desastrosamente, utilizado como sinônimo de propaganda e publicidade e só. Enfim, levada ao pé da letra, esta comunicação, certamente, poderá ser qualificada como Propaganda Enganodsa.

Como Clientes, estejamos Alertas!

Como Consultores e Operadores de Varejo, estejamos conscientes de que o Cliente é o Início e Razão de Tudo!


Vital Sousa
Consultor de Negócios
VTL Marketing

Comentários

Os Mais Lidos Da Semana!

PROCURA-SE: Consultor de Varejo

CONSULTOR DE VAREJO (CNPJ / MEI)  Para compor Equipe de Plataforma Omnicanal de Desenvolvimento Humano Organizacional , buscamos profissionais com Graduação em Administração e/ou Marketing com desejável Especialização em Finanças e Controladoria e/ou Gestão de Pessoas; COM ou SEM Experiência em Operação de Loja, mas com necessária experiência como Facilitador de Treinamentos Operacionais e Gerenciais.  O Profissional deverá compor o Quadro de Consultores da VTL Marketing, sendo co-responsável pelo desenvolvimento dos Treinamentos e Cosultorias na sua área de atuação.  Oferecemos Excelente Ambiente de Trabalho + Honorários + Comissões + Participação nos Lucros.  Perfil Empreendedor; Fã / Praticante de Rally; Espírito de Aventura e Disponibilidade para viagens de média (meses) duração no Norte / Nordeste são diferenciais que completam o Perfil dos Profissionais que buscamos.  Interessados deverão enviar Currículo para vtlmarketing4.0@gmail.com e destacar no assunto a área de a

Rally M+is - TransNordestina

Rally M+is -  TransNordestina (Suape, PE - Pecém, CE) "O Rally da TransformAÇÃO" Apresentação / Propósito: O Rally M+is em sua IV Edição – Rally M+is – TransNordestina – estará focando suas expertises no Varejo Alimentar: origem da proposta de trabalho da VTL Marketing . Suas atividades estarão focadas no desenvolvimento e/ou ampliação do relacionamento dentro da Cadeia de Suprimento, além da Qualificação de Empreendedores e Operadores e Varejistas para enfrentar a R-Evolução 4.0 ; para trabalhar com foco na nova realidade do Varejo e do Novo Consumidor Omnicanal. O que eu ganho com isso? - Consumidores: MELHOR Atendimento, Preço, Qualidade, Variedade e Conforto; - Varejistas: MAIS Qualificação, Vendas, Gestão e Rentabilidade; - Transportadoras : MAIS Embarques, Precisão, Rapidez, Pontualidade e Eficiência; - Distribuidores: MAIS Mix, Giro, Clientes, Rentabilidade e Liquidez; - Indústrias: MAIS Vendas, Previsibilidade e Rentabilidade! O Roteiro: Neste mom

FALA Varejista! PodCast.Sem35 - "Consistência"

FALA Varejista!  “A Consistência é superestimada: os dispersos herdarão a terra... Quem viver verá.”  Falar de Consistência me faz lembrar um pudim: uma delícia e uma excelente analogia para tratar deste tema...  Nos meios empresariais, a Consistência pode ser definida como um conjunto de resultados que satisfazem as expectativas das organizações em qualquer processo; é a coerência; a firmeza de ponto de vista; a persistência...  Para Empreendedores , principalmente os que empreendem por necessidade e todos que estão diante de uma dificuldade, uma crise, o conceito de Consistência não faz o menor sentido; É neste contexto que digo que a Consistência é superestimada...  Para estes Empreendedores, minha recomendação é que não esperem até alcançar a Consistência para fazer o que deve ser feito. Esperar não leva ninguém a lugar nenhum.  Em momentos de incertezas e necessidade de decisões rápidas, recomendo que Empreendedores e Gestores avaliem suas melhores competências e habilidades